segunda-feira, 30 de junho de 2008

Organização de Rock in Rio apresenta balanço


Balanço da terceira edição do Rock in Rio-Lisboa
Público do evento destaca “organização” e “segurança”

como os principais pontos fortes do Rock in Rio-Lisboa 2008


Nos dias 30 e 31 de Maio, 1, 5 e 6 de Junho o Parque da Bela Vista, em Lisboa, recebeu a terceira edição portuguesa do maior evento de música e entretenimento do mundo!
Um dos maiores espaços verdes da capital foi transformado na “Cidade do Rock” com infra-estruturas dedicadas a várias áreas como o entretenimento, a música, os desportos radicais e a moda, e proporcionou cinco dias de festa e muita diversão aos 354 mil visitantes que marcaram presença.
De salientar que esta edição registou um facto inédito ao esgotar previamente dois dias, juntando 90.000 pessoas a 30 de Maio e a 6 de Junho!

A organização do Rock in Rio-Lisboa tenta sempre inovar e ultrapassar as expectativas do público e para esta edição preparou dois novos espaços – palco Sunset Rock in Rio e Espaço Fashion.
No palco Sunset Rock in Rio juntaram-se artistas e bandas de estilos musicais distintos em jam sessions que apelaram ao improviso e que proporcionaram concertos únicos, surpreendendo o público presente e criando momentos de agradável convívio entre os artistas.
O Espaço Fashion, dedicado à moda enquanto atitude e aos estilistas, deu um toque de glamour ao evento e aproximou a moda do público final.
Foi um espaço patrocinado pela EMBRATUR – Instituto Brasileiro de Turismo, que esteve sempre com lotação esgotada – 2.750 pessoas, sendo que a lotação máxima do local por desfile era de 250 pessoas – tanto nos 11 desfiles que apresentou como nos ateliers que funcionavam diariamente das 21h às 24h.
Para além destes espaços, a organização do Rock in Rio-Lisboa esmerou-se também em relação às casas de banho do evento!
Em vez dos típicos WC químicos foram disponibilizados contentores com várias cabines individuais ligadas à rede pública num total de mais de 300 casas de banho, 10 delas equipadas para receber pessoas com mobilidade reduzida. Houve também equipas permanentes de limpeza e orientadores no local para garantir o bom funcionamento destes espaços que foram dos pontos mais elogiados pelo público do evento.
Ao longo dos cinco dias do evento a organização levou a cabo um estudo de público para o qual foram entrevistados 571 indivíduos, 52,7% pertencentes ao sexo masculino e 47,3% ao sexo feminino.
Os resultados deste inquérito mostram que 57,8% do público é da área da Grande Lisboa e vai ao Rock in Rio com amigos (cerca de 60%) ou com familiares (os restantes), nomeadamente no dia 1 de Junho, Dia Mundial da Criança, em que 60,6% das pessoas foram acompanhadas por familiares.

Exposição sobre os 50 anos da Estoril Sol inugurada por Cavaco Silva


Cavaco Silva inaugura Exposição
“Uma História - 50 Anos Estoril Sol”


O Presidente da República, Prof. Cavaco Silva, inaugurou hoje a exposição comemorativa “Uma História - 50 Anos da Estoril Sol” , na Galeria de Arte do Casino Estoril.
Trata-se de uma mostra inédita, que reúne um conjunto de imagens de iniciativas relevantes promovidas pela Estoril Sol, nomeadamente, nas áreas da Cultura, do Espectáculo ou das Artes Plásticas.
A exposição alarga-se, ainda, ao hall do Casino Estoril, sendo constituída por um conjunto de painéis alusivos aos Estoris e à evolução da Empresa desde a sua fundação, em 25 de Junho de 1958, até aos nossos dias.
Da estrutura da exposição faz parte, também, um mini-auditório, onde os visitantes poderão observar um vídeo sobre os 50 anos da Estoril Sol, e um espaço cultural que reflecte a ligação da Empresa à Cultura e às Artes, privilegiando, designadamente, um conjunto de iniciativas promovidas ao longo do tempo, como a revista “Egoísta” ou as edições dos Prémios Literários Fernando Namora e Revelação Agustina Bessa-Luís, este lançado recentemente.
A exposição completa, aliás, o livro “Uma História - 50 anos da Estoril Sol”, editado em finais do ano passado.
A Galeria de Arte do Casino Estoril acolhe a exposição “Uma História - 50 Anos da Estoril Sol”, de 30 de Junho a 27 de Julho.

Todos os dias, das 15 horas à uma hora da madrugada.

Faça o seu teste hoje na RTP!


DIA 30 DE JUNHO, SEGUNDA-FEIRA, ÀS 21H20

SABE MAIS DO QUE UM MIÚDO DE 10 ANOS? REGRESSA À RTP1


SABE MAIS DO QUE UM MIUDO DE 10 ANOS? vai testar a sua perícia na matéria escolar!

É um programa de cultura geral no qual os concorrentes participam para ganhar prémios em dinheiro ao tentar responder a questões retiradas de livros escolares do ensino básico.

Com apresentação de Jorge Gabriel, esta grande sala de aula tem o intuito de aproximar pais e filhos, avós e netos e fazer com que as famílias se reúnam em frente da televisão aprendendo em conjunto.

No Maria Matos vai poder ver FESTA!



Teatro
A FESTA
3 a 27 de Julho
4.ª a sáb. às 21H30
dom. às 17H00


A FESTA é a primeira criação resultante do projecto Estúdios.

Este espectáculo tem origem em três workshops dirigidos pelo realizador português João Canijo, pelos directores artísticos da companhia norte-americana Nature Theatre of Oklahoma, Pavol Liska e Kelly Copper, e pelo coreógrafo congolês Faustin Linyekula. Ao longo destes workshops, a equipa artística deste espectáculo explorou diversos processos de trabalho e desenvolveu vários fragmentos de uma obra teatral dedicada ao tema da “festa”.

De seguida, autores e actores fundiram as suas experiências anteriores, encontrando a sua própria forma de criarem um espectáculo sobre este tema, que é um convite não só à invenção, mas também à celebração.
Baptizados, casamentos, aniversários e até funerais.

Festas de Natal, de Ano Novo e feriados populares.

Festas de empresa, festas de escola, celebrações de vitórias desportivas, bélicas, eleitorais, etc. As festas são também momentos performativos, onde se repetem gestos, rituais, assumindo-se personagens.


Nas festas, podemos observar a natureza humana na sua faceta mais teatral.

A FESTA é também uma noção essencial na História do Teatro.

Foi em festas, tanto nos palácios das cortes como nas celebrações populares, que nasceram muitas das obras mais marcantes da dramaturgia universal.

A pergunta que queremos lançar é: que festa podemos hoje fazer num teatro? Que pode o teatro celebrar? Pode o teatro, ele próprio, ser ainda uma festa?

Espectáculo integrado no Festival de Almada 2008.
ESTÚDIOS é um projecto de formação e criação de teatro, culminando sempre na criação e exibição de um novo espectáculo.
Todos os anos, realizar-se-ão workshops e master classes dirigidos por alguns dos mais inovadores criadores e teóricos nacionais e internacionais, dedicados sobretudo à escrita para teatro e ao trabalho de actor, mas estendendo-se também aos vários sectores da criação teatral.

A FESTA. criação colectiva

texto Filipe Homem Fonseca, Nelson Guerreiro e Tiago Rodrigues
interpretação Cátia Pinheiro, Cláudia Gaiolas, Joaquim Horta, Marcello Urgeghe, Rita Blanco, Tiago Rodrigues e Tónan Quito

cenário e desenho de luz Thomas Walgrave
produção, adereços e fotografia Magda Bizarro

assistente de produção e adereços Moirika Reker

produção Mundo Perfeito e Teatro Maria Matos

em co-produção com Festival de Almada 2008, Alkantara Festival, CAPa e Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão 2008

Hoje pode ver na RTP 2


– DIA 30, SEGUNDA-FEIRA


14:00h –


SOCIEDADE CIVIL

Duplo Emprego: solução para a classe média? 330 Mil portugueses têm dois empregos – um dado novo no universo do mercado de trabalho em Portugal, pela dimensão inusitada que o INE agora revelou.

Alguns terão optado por esta forma de vida, mas não a maioria. São os sinais da crise e da dificuldade em sobreviverem (pagarem as contas) apenas com um salário.

Neste Sociedade Civil, queremos avaliar o retrato da situação laboral dos portugueses e perceber se ainda existe classe média e o que faz para sobreviver à crise.

Mas também pretendemos desdramatizar esta situação.

Afinal, trabalhar mais traz mais riqueza e bem-estar – e se isso passar pelo duplo emprego, não virá mal ao mundo.


23:10h –


CALIFORNICATION

– Último episódio Hank Moody, é um escritor que se esforça para conseguir criar a sua filha adolescente, Becca.

Ele continua apaixonado pela sua ex-namorada, Karen, enquanto tenta relançar a sua carreira depois de ter tido um bloqueio criativo.

A sua obsessão com a honestidade e o seu comportamento auto-destrutivo — bebidas, drogas e relacionamentos, estão ao mesmo tempo a destruir e a enriquecer a sua carreira.

No elenco constam Evan Handler, o agente e o melhor amigo de Hank, e Madeline Zima, uma mulher com quem Hank passa uma noite e que irá mudar a vida dele para sempre. Neste último episódio: Hank tenta lidar com o facto de Karen ir casar-se com Bill.

Becca recebe um visitante inesperado levando Hank a resolver alguns problemas.

Bill, entretanto, diz a Mia que não pretende deixar que ela publique o seu livro.


Autoria: Tom Kapinos

Produção: Tom Kapinos, David Duchovny e Scott Winant

Com: David Duchovny,Evan Handler, Madeline Zima, Madeleine Martin, Natascha McElhone


De 2ª a 6ª feira –

Noites da 2 -


ROMA

A oportunidade para rever a 1ª e a 2ª série de Roma, uma das melhores séries da BBC nas Noites da 2 52.a.c.

Quatrocentos anos depois da fundação da república, Roma é a cidade mais rica do mundo, uma metrópole cosmopolita de 1 milhão de pessoas, o epicentro de um império em expansão.Depois de 8 anos de guerra, Júlio César completa a conquista da Gália e vai voltar a Roma. Dois dos seus soldados da 13ª legião Lucius Vorenus e Titus Pullo são os elementos centrais da narrativa, através dos quais é tecida a história desta série.

Roma é um drama de amor e traição, senhores e escravos, maridos e mulheres e decorre nos tempos épicos da queda da república e da criação do império.

Começa hoje o VERÂO TOTAL na RTP!!!


GUIMARÃES – CENTRO HISTÓRICO VERÃO TOTAL –

ESTREIA DIA 30 DE JUNHO, ÀS 10H00

"Verão Total" é o programa que a RTP vai levar todos os dias até si, durante os meses Julho e Agosto, partir de uma cidade, região ou localidade portuguesa.

A RTP vai marcar presença em 43 locais de norte a sul de Portugal, incluindo Madeira e Açores, dando ainda destaque a um grande acontecimento mundial: a Expo Saragoça.

Serão 6 horas diárias de emissão, em directo, onde iremos explorar o que há de melhor em Portugal desde a história, ao património, passando pelas tradições e lendas de cada local.


Em "Verão Total" iremos também destacar a economia de cada região, o ambiente, as festividades locais, a gastronomia, o artesanato, o desporto, as gentes e as figuras da terra.

A cultura, a música, as curiosidades, a oferta turística, a organização do território e a realidade social da região serão outros temas "quentes" do programa "Verão Total".


Será uma verdadeira viagem pelo nosso país em formato televisivo, num registo de Entretenimento Familiar.

Das 10h00 às 18h00, de segunda a sexta-feira, a partir de 30 de Junho. O "Verão Total" arranca na cidade-berço: Guimarães, conduzido por Sónia Araújo e Júlio Isidro.

A partir de dia 12 de Agosto, o programa "Verão Total" será emitido entre as 10h00 e as 13h00, sendo o período da tarde (15h30-18h00) dedicado à transmissão do programa "Há Volta" e ao final das etapas da Volta a Portugal em Bicicleta.

domingo, 29 de junho de 2008

Metrópolis encerra o ciclo DOC TAGV/FEUC

Doc TAGV/FEUC
Sessão especial de encerramento do ciclo
"Metrópolis"
2 de Julho às 21h30
Teatro Académico de Gil Vicente


Metrópolis
De Fritz Lang [Alemanha, 1927, 116`]
Uma antevisão da Europa Actual?
Filme comentado por Manuel Portela, Jean Michel Meurisse e José António Bandeirinha
Um dos filmes mais célebres de sempre, «Metrópolis» é uma parábola sobre as relações sociais numa cidade do futuro. Os privilegiados vivem nas alturas, enquanto a massa de trabalhadores oprimidos vive nos subterrâneos. No entanto, no desenlace, haverá uma reconciliação artificial entre as classes. Porém, o que faz de «Metrópolis» uma obra-prima é a realização de Fritz Lang, os impressionantes e excepcionais cenários futuristas, o domínio absoluto das massas de figurantes, a oposição entre homens e máquinas.
Preço normal 4,50€ Preço estudante 3,50€
Informações e reservas
Teatro Académico de Gil Vicente
Praça da República, Coimbra
http://www.uc.pt/tagv
http://blogtagv.blogspot.com
Bilheteira
Horário 17h00-22h00
Telefone 239 855 636
E-mail
teatro@tagv.uc.pt

Curso Prática Teatral Contemporânea no TAGV

1 de Julho às 18h00 e 21h30
Teatro Académico de Gil Vicente
De Março a Junho decorreu no TAGV, sob direcção de Luís Rodrigues, o curso Prática Teatral Contemporânea.
Estiveram envolvidos alunos das seguintes escolas da cidade de Coimbra: Escola Secundária Avelar Brotero, Escola Secundária Infanta D. Maria, Escola Secundária José Falcão, Escola Secundária Quinta das Flores e Colégio S. Teotónio. A obra "Grupo de Vanguarda" de Vicente Sanches foi o ponto de partida para explorar e conhecer diferentes métodos de trabalho da prática teatral para a construção de um espectáculo. Neste projecto, procurou ainda estimular-se a criatividade e reflexão intelectual, a partir da assimilação de conhecimentos e princípios genéricos relacionados com a arte dramática, bem como promover o relacionamento e o contacto interpessoais entre jovens de diferentes estabelecimentos de ensino.
Ficha Artística
Direcção do Curso Luís Rodrigues Assistência de Direcção Natália Cardoso Interpretação Ana Catarina Louro, Beatriz Mendonça, Joana Silva, Joanne Hokenkamp, Mafalda Fernandes, Mariana Fernandes, Nuno Eufrásio e Pedro Loureiro Parceiros Institucionais TAGV, Ministério da Cultura, Ministério da Educação, INATEL, A Escola da Noite
Entrada gratuita [Lotação Limitada]
Informações e reservas
Teatro Académico de Gil Vicente
Praça da República, Coimbra
http://www.uc.pt/tagv
http://blogtagv.blogspot.com
Bilheteira
Horário 17h00-22h00
Telefone 239 855 636
E-mail
teatro@tagv.uc.pt

Ciclo segundas TAGV

Ciclo segundas TAGV
"Irina Palm"
30 de Junho às 21h30
Teatro Académico de Gil Vicente
Coimbra



Irina Palm de Sam Garbarski [BEL/FRA/GB/LUX, 2007, 103’, M/12]
Maggie é uma viúva de meia-idade à procura de dinheiro para pagar os tratamentos que hão-de salvar a vida do neto. Com todos os recursos esgotados, faz o possível para levantar as esperanças já reduzidas do seu único filho e da nora. Quando vê um anúncio dizendo "anfitriã precisa-se", ingenuamente tropeça num "sex club" da cidade. Inexperiente, aceita o trabalho que encara como a maneira mais rápida para obter o dinheiro de que tanto precisa – é a sua última oportunidade, depois de ter vendido a casa para pagar as contas do hospital do pequeno Olly. Maggie tem um começo difícil no "Sexy World": Mikky, o dono, homem duro e verdadeiro mulherengo, revela por ela um carinho especial, transformando-a na muito pretendida e lucrativa Irina Palm. Maggie tenta então provar a si própria não ser assim tão velha e inútil e inicia uma vida dupla, rapidamente atraindo a atenção dos vizinhos coscuvilheiros. No entanto, apesar dos esforços para manter secreta a origem do dinheiro, acaba por ser descoberta sendo confrontada com a hipocrisia provinciana.
Preçário Preço normal 4,50€ Preço estudante 3,50€
Informações e reservas
Teatro Académico de Gil Vicente
Praça da República, Coimbra
http://www.uc.pt/tagv
http://blogtagv.blogspot.com
Bilheteira
Horário 17h00-22h00
Telefone 239 855 636
E-mail
teatro@tagv.uc.pt

Correio da Manhã oferece cd dos Delfins


Delfins com o Correio da Manhã a 5 de Julho
150 000 cds oferecidos!

A Magic Music e o Correio da Manhã oferecem na edição de 5 de Julho o cd delfins@rfm.
Este Cd antecipa algumas musicas do futuro álbum de originais deste grupo que sairá em final de Setembro, com titulo ainda a definir e ainda alguns clássicos da banda!
Gravado no auditório da rfm, inclui temas que foram emitidos ao vivo a 19 de Abril e gravados durante a semana de preparação da emissão do auditório da RFM.

Noa , uma israelita edita em Portugal


Noa -
Novo disco e concertos em Portugal
Noa, que estará em Portugal em Outubro para uma série de concertos,
edita um novo trabalho na segunda-feira, dia 30.


O álbum que sai pela Universal chama-se "Genes and Jeans" e é, segundo a própria, uma viagem às suas raízes.

Noa é a cantora israelita mais conhecida fora do seu país, com actuações um pouco por todo o mundo - Carnegie Hall e o Avery Fisher Hall em Nova Iorque, o Olympia em Paris, o Zellerbach Auditorium de São Francisco, o Festival Ravinia de Chicago, o Festival de Jazz de Montreaux e o Paleo Music na Suíça, o Festival de Jazz North Sea na Holanda ou o Water Festival em Estocolomo são apenas exemplos de alguns dos palcos que tem pisado.

É interprete e autora da letra do tema principal do filme "A vida é bela" de Roberto Benigni.

Cantou para para Bill Clinton, foi cabeça de cartaz em concertos a favor da paz, assinou intensos duetos com Sting e Stevie Wonder e dividiu o palco com Carlos Santana, Sheryl Crow e George Benson, entre dezenas de outros artistas.

A cantora estará em Portugal no dia 30 de Junho numa visita promocional e regressa em Outubro para realizar alguns concertos no nosso país.

A Idade da Inocência hoje no AXN



- A IDADE DA INOCENCIA -


Martin Scorsese realiza e Daniel Day-Lewis, Michelle Pfeiffer e Winona Ryder protagonizam esta pungente e intemporal história de amor e perda.

Baseada na obra homónima de Edith Wharton, vencedora de um Prémio Pulitzer, “A Idade da Inocência” conta-nos o drama de um homem dividido entre duas mulheres e dois mundos distintos: na Nova Iorque do final do século XIX, Newland Archer (Daniel Day-Lewis), advogado e pertencente a uma das melhores famílias da cidade, está prestes a casar-se com a bela May Welland (Winona Ryder)… mas a chegada da exótica e controversa Condessa Ellen Olenska (Michelle Pfeiffer), prima de May, vai pôr em causa esses planos…

O papel de Winona Ryder valeu-lhe um Globo de Ouro e o filme arrecadou um Óscar pelo seu guarda-roupa.
Estreia: Domingo 29 de Junho às 22h30

Realizador: Martin Scorsese
Intérpretes: Daniel Day-Lewis, Michelle Pfeiffer, Winona Ryder

Pode ver a Lei de Ueki toda a semana!


SÉRIE DE DAYTIME NO ANIMAX
- A LEI DO UEKI -

Fiel à sua trepidante programação de verão, o ANIMAX oferece, antes de um mergulho na praia ou na piscina, A Lei do Ueki, de segunda a sexta às 11h25.
Curiosamente, esta série também tem reflexo num videojogo com o mesmo nome.
Nesta série poderá conhecer Ueki Kosuke, um estudante do secundário, que
Esta habilidade é-lhe concedida pelo seu tutor, um homem chamado Kobayashi.
Ueki tenta manter a habilidade em segredo, até o dia em que a sua colega de turma, Hori Ai, descobre.
No início Hori segue-o para conhecer a sua verdadeira personalidade, mas começa a ajudá-lo quando vê os sacrifícios que tem de fazer para usar o seu talento.
Ueki rapidamente se vê implicado numa batalha com 100 participantes, um dos quais é o seu professor, Kobayashi.
Cada um dos participantes do torneio deve escolher um campeão entre os seus estudantes e dar-lhe uma habilidade especial, como Kobayashi já tinha feito com Ueki.
As destrezas escolhidas, como a de converter uma toalha em aço, dão aos estudantes uma melhor oportunidade para ganhar o torneio.
Os participantes devem fazer com que os seus campeões lutem uns contra os outros.
Aquele que vencer receberá uma “habilidade em branco”, que consistirá em desenvolver qualquer habilidade mágica.
Aventuras e habilidades mágicas, para um verão com uma programação especial que o ANIMAX prepara para fazer vibrar todos os telespectadores.
Emissão: Segunda a Sexta às 11h25

Se gosta de terror vja hoje no Animax Blood, the last vampire.



- BLOOD, THE LAST VAMPIRE -



O Animax estreia hoje dia 29 de Junho às 19h30,
a grande película Blood, the last vampire.


Do mesmo autor de Ghost in the Shell, o filme narra como um corpo secreto americano tenta evitar a expansão de uma raça de monstros vampíricos: os “quirópteros”, que têm a habilidade de passar por seres humanos normais e que crescem à sua custa.


A sua principal ameaça: o último vampiro original, Saya. Uma jovem com reflexos e força sobrenaturais, que é contratada pelo governo americano para destruir esses seres demoníacos que estão a invadir a base militar norte-americana de Yokota no Japão.
A jovem Saya é fria, calculista e emprega uma arma implacável: uma espada com um pequeno canal.


Quando ela mesma se corta, o seu sangue impregna a arma e torna-se letal frente aos vampiros. Saya possui uma força sobre-humana e a sua eficácia face à destruição desta espécie demoníaca faz dela a melhor caça-vampiros do planeta.

Pode ver hoje na RTP 2

PROGRAMAÇÃO HOJE


14:00h
A OCASIÃO SEGUINTE
"A história de um conjunto de pessoas provenientes de realidades diversas, mas que se encontram por um meio comum – o jornal Ocasião – para nos revelar as suas aspirações pessoais e percursos, através das suas acções diárias.
Registar os encontros que se propiciam através dos anúncios, de forma a revelar o interesse que eles suscitam e as necessidades que criam.
Em que caminhos se cruza a ocasião e que teia é que ela forma com o tempo?"
Um documentário de Rita Brás e Cláudia Alves
19:00h
ENCONTROS IMEDIATOS
Os OVNI's têm alguma predilecção por Portugal? A acreditar na quantidade de portugueses que dizem ter vivido experiências desta natureza, a resposta só pode ser positiva.
Ao longo dos últimos anos, pessoas de todos os cantos do País e de todas as classes sociais garantem ter presenciado fenómenos deste tipo.
Partindo dos relatos das testemunhas directamente envolvidas e apoiado nos comentários de especialistas das mais variadas disciplinas científicas, "Encontros Imediatos" revelará 13 desses controversos, obscuros, espantosos e quase inacreditáveis casos.
"Encontros Imediatos" é uma série documental que oferece uma vista imparcial do fenómeno OVNI em Portugal, a que nem crentes nem cépticos irão ficar indiferentes.
Neste Episódio - A 2 de Janeiro de 1978, ao caminhar em direcção a casa dos seus pais, situada na região de Montargil, um jovem de 17 anos, avistou no céu o que lhe pareceu ser uma simples nuvem.
No entanto, aquele avistamento iria ser o prenúncio de um estranho fenómeno com inesperadas consequências...
Autoria: Prof. Doutor Joaquim Fernandes, da direcção do CTEC
Produção: HOP FILMES
Realização: Henrique de Oliveira
22:30h
CÂMARA CLARA
Este é o ano em que se prepara a candidatura do Fado a património imaterial da UNESCO e em que o Museu do Fado, em Lisboa, celebra dez anos de existência.
Se já desde os anos 80 o Fado é objecto de estudo para a Universidade, com o século XXI ganhou uma vitalidade e uma visibilidade sem precedentes.
Dentro e fora de Portugal.Por que razão o Fado está de volta com tanta força? O que é tradição e o que é renovação no Fado?
Aldina Duarte, fadista, e Rui Vieira Nery, musicólogo, vão-nos falar sobre estas e outras questões e recordar os seus mais amados fadistas, numa emissão em que lhe trazemos ainda as melhores novidades dos livros, espectáculos, festivais, entre muitas outras coisas.

AEP da Figueira da Foz em alerta com o "Expresso das Nações"


A expectativa é muito grande para os participantes do "Expresso das Nações", pois estamos prestes a embarcar, mas desta vez num barco.

Para muitos dos jovens, que participam neste projecto, é a 1º vez que vão andar de barco. Para outros é uma das primeiras. Mas para todos eles é a ultima viagem que fazem todos juntos.

Como normalmente acontece criam-se "casalinhos", aqui no "Expresso das Nações" não foi diferente. Pelo que me pude aperceber estão criados 7. Como curiosidade posso dizer-vos que um deles foi "apanhado" a dormir lado a lado. As indicações da equipa de Coordenação é que os rapazes e as raparigas dormiam separados, mas com a euforia e a excitação da ultima noite, decidiram arriscar a ver se passava, pois as luzes já estavam desligadas. O olhar atento dos monitores acabou por "estragar" uma noite mais aconchegada.

Quem esteve, sempre, a acompanhar os participantes foram os AEP da Figueira da Foz, que entre o ajudar a criar motivos nas t-shirts com tinta de spray, a ajudar na preparação dos pequenos almoços e à vigia dos participantes, não "pregaram olho" para que nada faltasse à comodidade e alegria dos participantes.

A reunião dos monitores com a equipa pedagógica, terminou já passava das 3h. Só após este momento é que, alguns, dos monitores puderam vir para o pavilhão da Escola Secundária Joaquim de Carvalho descansar.

A alvorada foi dada às 4.30h. Entre o arrumar tudo e o pequeno almoço foi um instante. A saída do Porto da Figueira da Foz está marcada para as 7h, estando a chegada ao mesmo prevista para meia hora antes.

Uma vez que as condições logísticas não permitem a publicação de nenhuma reportagem, contamos informar sobre o que se passar, após a chegada a Lisboa.

À Procura de Sally estreia hoje na RTP



À PROCURA DE SALLY - ESTREIA, HOJE

DIA 29 DE JUNHO, ÀS 22h20


Diogo Infante pretende descobrir a protagonista para o musical "Cabaret", que vai estrear em Setembro, no Teatro Maria Matos.

"À procura de Sally" visa encontrar a estrela para o musical.

Um concurso de talentos, que junta o teatro à TV, num casting que procura a protagonista da versão cénica do filme "Cabaret".

Mais do que saber cantar e dançar, a figura central do musical tem de ser "uma estrela".

No primeiro programa acompanhamos o casting realizado a nível nacional, do qual resultou o apuramento de 9 candidatas.

A procura começa com uma audição aberta a quem quiser tentar a sua sorte, perseguir o seu sonho e mostrar o seu talento ao país… através de muito trabalho.

Um programa de televisão com um propósito diferente do habitual: aqui não se premeia a melhor cantora, a melhor dançarina ou a melhor actriz.

Aqui, premeia-se a melhor artista, a que melhor dança, canta e representa.

As artistas actuam perante um painel de jurados que exige o maior esforço, concentração e dedicação das jovens actrizes.

Figueira da Foz é o ultimo destino o "Expresso das Nações"



Após o almoço o grupo participante no "Expresso das Nações", fez da Universidade ao Largo da Portagem (centro), seguindo posteriormente para a Figueira da Foz.

Com a ajuda de um mapa os jovens fizeram, mais uma, caminhada e aproveitaram para ver um pouco da cidade.

Já no Largo da Portagem, foram presenteados por uma tuna, embora incompleta, que se encontrava no mesmo local. Os estudantes quiseram saber mais sobre o "Expresso das Nações" e os jovens, em conjunto com os monitores, explicaram o melhor que puderam.

Pouco passava das 16.30h, quando os autocarros saíram em direcção à Figueira da Foz, local onde irá terminar a viagem por terra. Relembro que tudo começou na terça feira, em Lisboa, com uma viagem de comboio. Nas cidades visitadas andaram a pé. Na sexta feira, após a chegada ao Porto, mudamos de meio de transporte, passando do comboio para o metro. As caminhadas pedestres continuaram. No sábado o autocarro foi o meio de transporte utilizado. Hoje será o barco. À excepção do avião e do eléctrico, foram utilizados todos os meios de transporte, sem nunca esquecer as caminhadas pedestres.

Na Figueira da Foz fomos recebidos pelos grupo de Escuteiros locais (AEP e CNE), a acompanhar estava o vereador do pelouro da juventude que deu as boas vindas e desejou uma boa estadia. Para "quebrar o gelo", como afirmava o chefe do Corpo Nacional de Escutas Marítimos, tinham preparado um pequeno jogo e uma música.

A hora do jantar estava próxima, mas antes era altura de refrescar, por isso o grupo fez, mais uma, caminhada até ao pavilhão da Escola Secundária Joaquim de Carvalho. O jantar, que ocorreu pelas 20.30h, foi servido na cantina da escola. Tratou-se de um catering providenciado pelos AEP da Figueira da Foz.

Para terminar o dia, os mesmo prepararam uma festa de despedida, num espaço cedido pela autarquia, onde o vereador voltou a estar presente proferindo algumas palavras referentes à cidade e à forma como a autarquia lida com os jovens. O grupo tinha preparada a faixa para entregar ao vereador. O vereador agradeceu e disse, entre outras coisas, "Esta coisa vai ficar na sede dos Escuteiros, pois ninguém melhor que eles para a guardarem". Alguns dos jovens não acharam muita piada ao termo que o vereador utilizou quando se referiu à faixa e protestaram. Mas a equipa de coordenação mandou-os, imediatamente, calar, para que o vereador não ouvisse. Depois das palavras do vereador a festa continuou. Cada equipa preparou uma pequena apresentação para mostrar aos colegas. Depois veio a dança com o DJ Gonçalo, animador de karaoke. Na carrinha do mesmo pode ler-se "animação para todos os ventos, casamentos, baptizados, despedidas de solteiro, festas de empresas, aniversários e divórcios". Ao questiona-lo sobre a sua promoção, Gonçalo respondeu "sou um animador para qualquer festa. Na minha outra carrinha já tenho escrito, também, para funerais.

O "Expresso das Nações" embarca pelas 5h em direcção a Lisboa, ode atracará pelas 21.30h na Doca de Alcântara. À sua espera estará, para além dos pais dos participantes, a Vereadora da Câmara Municipal de Lisboa, assim como a Alta Comissária.

sábado, 28 de junho de 2008

Vítor Fonseca ganha 4ª edição de Dança Comigo!


Num espectáculo pleno de ritmo, luz e cor

Vítor Fonseca ganha a 4ª edição de Dança Comigo


Eram 8 os concorrentes nesta final de seus nomes: Vítor Fonseca, Marta Cruz, João Correia, Carla Chambel, David Mesquita,Marta Fernandes, Rui Unas, Sofia de Portugal.
A luta foi renhida e dificil ao júri avaliar o desempenho dos concorrentes, cheios de vigor e de ... vontade de ganhar!
A tarefa das pontuações coube hoje a : S.José Lapa, Eunice Muñoz, Diogo Infante, Rita Blanco e Marco de Camilis.
As danças a interpretar foram a rumba, a salsa, o samba , a valsa , o tango e o sempre apreciado pasodoble.
E foi agradavel de ver o entusiasmo dos concorrentes e o vigor que deram às suas interpretações.
Mas não foi só disto que viveu esta Final.
A organização presenteou-nos com a exibição de dois tipos de Dança, bem diferentes mas ambos excelentes.
Telmo Moreira, o menino português que sonhou ser bailarino e hoje estuda em Nova Iorque, interpretou de forma admirável " Danças Ocultas", uma mistura de ritmo africano em bailado moderno.
Em jeito de contraponto dançam os Campeões do Mundo de Danças de Salão, Sergej e Katerine.
Uma exibição que abrilhantou a festa!
Uma novidade: Raquel Tavares, uma fadista muito jovem mas de nome já bem conhecido vai representar Portugal no Festival de Dança da Eurovisão.
E depois desta animação em boa hora conseguida, dançaram os finalistas dos finalistas: Vítor Fonseca, um DZRT que já foi e Marta Fernandes, uma Chiquitita que também já não é.
Mas isso pouco importa. Ao som do trepidante YMCA com uma coreografia estonteante, os dois finalistas deslumbraram os 8.000 espectadores que enchiam o Campo Pequeno.
Nesta altura e felizmente para o juri é já o público que decide e decidiu por Vítor Fonseca.
Foi um espectáculo que correu bm, com elevado nivel de qualidade. Falando com o Director de Programação, Dr. José Fragoso, também ele acentuou a beleza do espectáculo e a forma ordeira como tudo se processou.
A tarefa da apresntação coube mais uma vez a Catarina Furtado.
Está de parabéns a RTP. Foi um bom final para este espectáculo que semanalmente pudemos acompanhar .

Agenda da Byblos para Julho


NOVAS OBRAS A SEREM
APRESENTADAS NA BYBLOS


Segunda-feira, 30 › 18h30 › Lançamento
Julieta Monginho, Helena Roseta (Apresentação), Carmen Dolores e José Manuel Mendes (Leitura de excertos)

A Terceira Mãe


Julieta Monginho tem já um lugar próprio no meio literário nacional.

Estreou-se na escrita em 1996, com Juízo Perfeito, que mereceu o imediato reconhecimento dos leitores e da crítica.

Seguiram-se outras obras, como A Paixão Segundo os Infiéis (1998), À Tua Espera, vencedora do Prémio Máxima de Literatura, em 2000, Dicionário dos Livros Sensíveis, Onde Está J.? e A Construção da Noite.

O seu mais recente romance, A Terceira Mãe, será agora apresentado ao público, nesta sessão de lançamento na Byblos Amoreiras.
Edição: Campo das Letras


Segunda-feira, 30 › 21h30 › Lançamento
António Victorino D'Almeida

António Victorino D'Almeida

Um encontro com a música de António Victorino D'Almeida, reunida nesta nova edição integrada no projecto Antologia da Música Portuguesa, da Numérica.


O CD António Victorino D'Almeida, que dá o mote para a conversa com um dos mais conhecidos compositores e divulgadores da cultura musical no nosso país, reúne quatro obras sinfónicas: O Judeu, Memórias de Amanhã, Abertura Clássica e Sinfonia N.º 1, esta última dedicada ao Sport Lisboa e Benfica.
Edição: Numérica


Quarta-feira, 2 › 18h30 › Encontro com...
Filomena Marona Beja
, Annabela Rita (Apresentação)

Grande Prémio de Romance e Novela APE/DGLB 2007 na Byblos

Este é um novo espaço de encontro entre leitores e escritores portugueses na Byblos Amoreiras, com a leitura de obras pelo próprio autor.


Para começar, Filomena Marona Beja aceitou um diálogo em torno do seu mais recente livro, A Cova do Lagarto, galardoado com o Grande Prémio de Romance e Novela da Associação Portuguesa de Escritores e Direcção-Geral do Livro e da Biblioteca 2007.
Este romance retrata um homem que marcou uma época, Duarte Pacheco, o mítico ministro das Obras Públicas do Estado Novo.
Edição: Sextante


Quinta-feira, 3 › 18h30 › Lançamento
Isabel Girão, José de Medeiros (Apresentação)

Reflexões de uma Cristã a Partir d'O Código da Vinci


Isabel Girão assume-se como uma cristã que se reaproximou da Igreja, depois de um período de afastamento. A curiosidade levou-a a pesquisar áreas como a Meditação Transcendental, o Reiki, a Rosa-cruz, o Budismo e a Cabala Mística, estando actualmente a estudar Esoterismo Bíblico.

Um somatório que deu origem a este seu primeiro livro, uma obra única que, evitando o dogmatismo, "deixa ao juízo do leitor, em última instância, a livre escolha (…), a partir dos elementos de reflexão que a autora (…) vai expondo ao longo do seu texto."
Edição: Roma Editora

Million Dollar Lips festeja primeiro aniversário!!!


O projecto Million Dollar Lips comemora o seu primeiro aniversário no próximo dia 3 de Julho e, para comemorar esta importante data, vai realizar um concerto inesquecível no Cine Teatro João Mota em Sesimbra.
Este será um concerto com muitas surpresas, com especial destaque para a estreia ao vivo do seu mais recente membro Gambler na Bateria, convidados especiais, entre outros.
O concerto terá início ás 22.00 horas
Para comemorar este momento especial, a SprayMusic promoveu uma forte remodelação no myspace da banda.
.

Semana da Cultura Tauromáquica em Vila Franca de Xira



Até 3 de Julho, em Vila Franca de Xira
XIX Semana da Cultura Tauromáquica


A cidade de Vila Franca de Xira está a acolher até 3 de Julho, a realização da XIX Semana da Cultura Tauromáquica, numa organização da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira e Clube Taurino Vilafranquense, com o apoio do Grupo de Forcados Amadores de Vila Franca de Xira.


A Semana da Cultura Tauromáquica, que iniciou no passado Sábado, dia 28 de Junho, visa homenagear a Festa Brava e toda a Cultura envolvente, assumindo-se, por isso, como uma das mais importantes referências na agenda dos aficionados.

2.ª Feira - 30 de Junho

21.30 Horas - Clube Vilafranquense
Conferência “Família Salgueiro, 5 Gerações de Cavaleiros Tauromáquicos”
Moderador: Vítor Escudero, crítico taurino
Oradores: Fernando Salgueiro, João Salgueiro, João Salgueiro da Costa e o apoderado,
António Manuel Cardoso


3.ª Feira - 1 de Julho

21.30 Horas - Salão Nobre dos Paços do Concelho
Conferência: “História da Dinastia Bienvenida”
Intervenientes: Elementos do Círculo Taurino Amigos da Dinastia Bienvenida
Juan de Lamarca – Ex-presidente da Praça de Toiros de Las Ventas (Madrid)
Miguel Bienvenida – Filho do Maestro Angel Bienvenida

O Círculo Taurino Amigos da Dinastia Bienvenida irá homenagear:

Augusto Gomes, José Júlio, Mário Coelho, Ricardo Chibanga, José Falcão, Victor Mendes, Maria da Luz Rosinha (Presidente da Câmara de Vila Franca de Xira), Associação Portuguesa de Criadores de Toiros de Lide, Grupo de Forcados Amadores de Vila Franca de Xira, Escola de Toureio José Falcão e Clube Taurino Vilafranquense (pelo 25º Aniversário)

X-Wife actuam em Portugal


X-WIFE estão de volta!


Os X-WIFE lançam um vinil de 7 polegadas intitulado “On the Rádio” .

É uma edição limitada a 525 exemplares e que inclui o novo single da banda “On the Rádio” e o tema “Turn Around” um exclusivo do lançamento.

Os dois temas contam com a participação especial de Raquel Ralha dos Wraygunn.

A produção é dos X-WIFE e Zé Nando Pimenta

O grafismo esteve a cargo do vocalista João Vieira.

Este lançamento antecede a edição do terceiro álbum de originais “Are you ready for the Blackout?”, prevista para final de Setembro de 2008.

Mad Caddies em Alvalade- não é futebol!!!!


MAD CADDIES (EUA)

29 Junho – Sala Tuatara (Alvalade - Lisboa)


Fazendo praticamente parte da família, não só pelo seu som, mas também pela ligação criada com o nosso publico ao longo destes anos, a Xuxa Jurássica Produções tem o prazer de apresentar os norte-americanos Mad Caddies, que regressam a terras lusitanas depois de terem encabeçado a Vans Club Tour 2006 e de terem praticamente esgotado a Discoteca Bauhaus no Jurassic Summer Party 2007.

Na bagagem, a banda traz o seu último trabalho de originais, intitulado "Keep It Going", cuja produção ficou a cargo de Wayne Jobson (No Doubt, Gregory Isaacs, Toots & the Maytals) e que conta com a participação especial da lenda do reggae, Duckie Simpson (Black Uhuru), numa versão do tema "Riding For a Fall" de Delroy Wilson.
Com lugar na Sala Tuatara, em Alvalade, (Lisboa), um local que tem vindo a receber grandes espectáculos, no próximo dia 29 de Junho, os Mad Caddies vão-se fazer acompanhar pelos portugueses Humble com o seu som descontraído e quente, continuando a promover o seu ultimo trabalho "Get Up" lançado pela Sons Urbanos Records e os puros e ambiciosos Banshee And Something Else We Can´t Remember, ainda em promoção do seu álbum de estreia "This Palce IS a Zoo" lançado pela Raging Planet Records.

O início está agendado para as 22 horas

Raquel Tavares vai cantar no Estoril e em Valença


Depois da experiência cultural única que viveu no início de Junho, quando actuou pela primeira vez na América do Sul (Uruguai, Chile e Argentina), a fadista Raquel Tavares vai actuar em terras lusas, no próximo mês de Julho para, no mês seguinte, voltar a (en)cantar Espanha.

Na bagagem, a fadista leva o seu mais recente álbum, "Bairro", editado no dia 5 de Maio, bem como alguns temas do disco de estreia homónimo que a deram a conhecer ao grande público como, por exemplo, "Fado Lisboeta".
Assim, no dia 5 de Julho, a vencedora do Prémio Revelação Amália Rodrigues 2006 actua em Valença, no âmbito da Expominho 2008 - Feira das Artes, Saberes e Sabores, quando forem 21:30h.
O certame, que já vai na sua 8ª edição, decorre entre os dias 3 e 6 de Julho no recinto da feira semanal.
No dia 11 de Julho, é a vez da Feira de Artesanato do Estoril - FIARTIL aplaudir o fado de Raquel Tavares, quando forem 21:30h.
O evento, que festeja o 45º aniversário este ano, abre as portas já a partir de 5ª feira, dia 26 de Junho, para só as fechar no dia 31 de Agosto.
Como sempre, a FIARTIL decorre no recinto em frente ao Centro de Congressos do Estoril, de 2ª a 6ª feira, das 18h às 24h e, aos sábados, domingos e feriados, das 17h às 24h.

Hospital de Santa Maria da Feira vai "sorrir" melhor


Fundação Pintar um Sorriso -“Paint a Smile”-
vai colorir
o Hospital de S. Sebastião de Santa Maria da Feira


A Fundação Pintar um Sorriso recebe no Hospital de S. Sebastião, de Santa Maria da Feira, os irmãos Paiva depois de terem percorrido o trajecto de 1.900 Km em bicicleta entre Genebra e o Porto.

Os ciclistas, naturais de Santa Maria da Feira e a residirem em Genebra, chegam a Portugal bastante satisfeitos por terem cumprido o desafio lançado no passado dia 15 de Junho e que hoje termina, após 13 dias a pedalarem entre as duas cidades.
As paredes do Serviço de Pediatria – Internamento, Consulta Externa e Urgência – do Hospital de S. Sebastião, de Santa Maria da Feira, vão receber um mundo mais colorido com pinturas do imaginário das crianças.


A Fundação Pintar um Sorriso lançou uma campanha de angariação de fundos, em princípios de Junho, junto da população e de empresas para decorar o Hospital de São Sebastião, em Santa Maria da Feira, e a Escola La Petite Arche, para crianças com deficiência, em Genebra.

Agora é a altura de reunir e começar a realizar os projectos para os pintores decorarem as paredes do Hospital de S. Sebastião. Pode, ainda, fazer a sua doação através do NIB – 0079 0000 3676 7615 10195 – da conta “Pintar um Sorriso”, da Liga dos Amigos do Hospital de São Sebastião.
A missão da Fundação Pintar um Sorriso é melhorar o ambiente hospitalar de modo a reduzir a angústia e desdramatizar a situação das crianças que passam por estas unidades transformando as paredes brancas em desenhos muito coloridos, agradáveis e acolhedores.
O sorriso de uma criança é o mais importante!

A Fundação Pintar um Sorriso, “Paint a Smile”, já decorou as paredes de 54 hospitais, em 13 países.

Em Portugal já foram pintados o Hospital D. Estefânia, em Lisboa, em 2004, o Hospital Maria Pia, no Porto, em 2005, o Hospital Distrital de Pombal, em 2006, o Hospital Garcia de Horta, em Lisboa, e o IPO, do Porto, ambos em 2007.

Com mais esta iniciativa, o Hospital de S. Sebastião, de Santa Maria da Feira, será o sexto hospital a ter as suas paredes mais alegres.

Este sábado vá à Byblos a maior livraria do País


28 JUNHO . SÁBADO CHEIO DE MÚSICA
NA BYBLOS AMOREIRAS


16h00
Anita em concerto para pais e filhos



19h00
Janez Škof canta 13 poetas eslovenos

Na RTP 2 hoje pode ver

Dia 28 de Junho 22:40h

NOS PASSOS DE MAGALHÃES







Ao longo de sete meses, percorrendo 15 países e atravessando três oceanos, Gonçalo Cadilhe seguiu a vida e as viagens de Fernão de Magalhães, o maior navegador português da História da Humanidade.



Da luminosidade equatorial das ilhas Molucas ao vento gelado da Patagónia, dos caminhos medievais de Espanha aos monumentos coloniais das Filipinas, da Lisboa de D. Manuel I ao Marrocos português de quinhentos, seguimos Gonçalo Cadilhe numa moderna e trepidante volta ao mundo.


Com a imprescindível mochila às costas e o polegar estendido, apertado nos autocarros precários do terceiro mundo ou sentado em tascas onde o prato do dia é cão esquartejado com molho de malaguetas, Gonçalo Cadilhe propõe-nos um documentário algures entre um programa de viagens e um programa de História universal, com uma abordagem divertida, despretensiosa e informada.



A versão televisiva "Nos Passos de Magalhães" resultou de uma ideia de Daniel Deusdado e Nuno Artur Silva, a partir da viagem desenhada por Gonçalo Cadilhe.


Uma expedição que se tornou numa singular série televisiva de oito episódios nunca antes realizada.


Cinco séculos depois, o feito de Magalhães continua – apesar de considerado um dos mais notáveis de toda a história da navegação – relativamente pouco explorado.



Gonçalo Cadilhe segue a rota do navegador, mostra as terras e as gentes que ele terá visto e revela-nos quem era o homem que realizou a primeira viagem de circum-navegação.




Último Programa -


Quando Magalhães chega às Filipinas constata a verdadeira dimensão da Terra.



E descobre uma verdade terrível. Será que Magalhães não pode regressar à Europa?


Será que procura a morte na batalha de Mactan? Das Filipinas a Sevilha, Gonçalo Cadilhe regressa ao ponto de partida.




23:35h – A MULHER ABSOLUTA -


«PAT AND MIKE»




George Cukor reuniu o irresistível par Katharine Hepburn-Spencer Tracy numa comédia desportiva e de conflito de personalidades.


Pat Pemberton, uma decidida e atlética professora de um liceu na Califórnia, participa em várias provas desportivas, onde nunca consegue bons resultados quando o seu noivo está presente.


Um dia, conhece num torneio de golfe Mike Conovan, um promotor desportivo de meia-idade, que repara na sua potencialidade e aceita ser o seu agente.


Pat começa a obter alguns sucessos no golfe e no ténis, pelo menos quando o noivo não está presente, e por fim apaixona-se por Mike.




"A Mulher Absoluta" foi o sétimo filme da celebérrima dupla Hepburn-Tracy que, sob as ordens de George Cukor e com argumento de outra dupla lendária em Hollywood, Garson Kanin-Ruth Gordon, terá aqui alcançado um dos momentos mais perfeitos dos seus fabulosos choques de personalidade em cinema.


Desta vez, Hepburn é uma ginasta de grandes dotes e Tracy um promotor desportivo, hábil e oportunista, que decide lançá-la em torneios de golfe e ténis.


Uma comédia em atmosfera desportiva que vive do delicioso, espirituoso e irresistível relacionamento entre Katharine Hepburn e Spencer Tracy, num filme de Cukor que obteve um estrondoso sucesso no início dos anos 50


Autoria: Ruth Gordon e Garson Kanin


Produção: Lawrence Weingarten


Realização: George Cukor

Fotografia: William Daniels

Companhia do teatro do Mar no Mimarte em Braga


"Nusquam" Festival de Teatro de Braga

MIMARTE LEVA TEATRO DO MAR À ARCADA


A Companhia Teatro do Mar, de Sines, estreia este sábado (28 de Junho, 21h45) no "Mimarte - Festival de Teatro de Braga", a peça "Nusquam".

Da autoria e encenação de Julieta Aurora Santos, o trabalho dramático sobe ao palco da Arcada, espaço ao ar-livre de acesso gratuito.

"Nusquam", interpretado por Carlos Campos, Luis Mosteias, Sandra Santos e Sérgio Vieira, apresenta «o retrato possível do Homem contemporâneo na busca de si próprio e da sua razão de ser no mundo».

Especializada num género teatral designado por "teatro físico", o Teatro do Mar construiu este trabalho em torno de uma busca de modelos/ideais e do conflito gerado entre o idealismo e respectiva incapacidade de concretização de quatro personagens que, consequentemente, as isola e conduz a uma gradual ruptura com a realidade.

Tendo por objectivo constituir a base para uma reflexão sobre um sistema que através de ideais de beleza, status, competição ou, contrariamente, da exclusão social, têm vindo a provocar uma maior alienação e isolamento, "Nusquam" coloca em cena personagens que representam o limbo do Homem contemporâneo, cada vez menos predisposto ao questionamento e ponderação.

Fundado em 1986 como companhia de teatro físico, itinerante e vocacionada para audiências mais jovens, o Teatro do Mar diferencia-se pela linguagem multidisciplinar de carácter contemporâneo que aplica nas suas criações, agregando ao teatro outras artes como o novo circo, dança, música, artes plásticas e novas tecnologias, por forma a produzir uma significação comum e global.

Estreante no Mimarte, o Teatro do Mar já produziu mais de cinquenta produções teatrais que levou não só a festivais nacionais – FITEI (Porto), Imaginarius (Santa Maria da Feira), Festival Gil Vicente (Guimarães), entre outros – mas também a eventos internacionais, designadamente na Alemanha, Polónia e Espanha.

Teatro Nacional de D.Maria II estreia peça de Heiner Muller


TRÍPTICO + 1
ESTREIA 3ª-FEIRA, DIA 1 DE ABRIL ÀS 21H45

NA SALA ESTÚDIO DO TEATRO NACIONAL D MARIA II



O Teatro Nacional, em colaboração com o Departamento de Teatro da Escola Superior de Teatro e Cinema (ESTC), estreia a 1 de Julho "Tríptico + 1", o exercício-espectáculo dos alunos finalistas da licenciatura em Teatro da ESTC., às 21h45, na Sala Estúdio.

A partir de textos emblemáticos da dramaturgia de Heiner Müller – "Margem Decrépita", "Material de Medeia", e "Paisagem com Argonautas", com tradução de Anabela Mendes e ainda o fragmento "Descrição de um Quadro", na tradução de João Barrento – este trabalho pretende convocar um conjunto de imagens e reflexões cénicas sobre a ruína e a barbárie, no indivíduo e na História.

Sinopse

"Tríptico + 1 é uma sequência de quadros cénicos que apresentam as catástrofes com as quais a Humanidade se ocupa, descrevendo uma paisagem violenta, cruel, apaixonada e até hilariante na sua prostração.
Um quadro onde o presente político e social de Heiner Müller se miscigena com o nosso, sob a ameaça da auto-destruição, e em permanente confronto com o íntimo desejo revolucionário de um outro mundo.

O espaço é o lugar comum, do eu colectivo, da memória e da imaginação, onde não há passado, presente ou futuro, apenas a vida condensada na raia do aniquilamento, onde emergem problemas e conflitos insolúveis.

Neste espaço autónomo, com regras próprias onde as coisas acontecem per si, libertas da causalidade aristotélica, rompe um teatro de manifestações contidas, angustiante e frenético, insólito e inoportuno, repugnante e sensível.

Heiner Müller
Heiner Muller (1929-1995) é considerado um dos maiores dramaturgos da segunda metade do século.

Comunista alemão radicado desde sempre em Berlim Leste, com 19 anos participa num concurso de peças radiofónicas.

Em 1951, ao contrário da família, fica na RDA, onde conhece Brecht, de quem herda várias teorias.

Homem profundamente ligado à prática teatral como dramaturgista e encenador, escreve, com Inge Müller, O Fura-Tabelas e A Correcção.

Em 1959, é dramaturgo no Teatro Máximo Gorki.

Em 1961, depois de proibida a encenação de A Emigrante ou A Vida No Campo em Berlim-Leste, Heiner Müller é expulso da Associação dos Escritores.

Em 1965, A Construção recebe duras críticas e é abandonado o projecto de encenação.
É por esta altura que trabalha sobre temas da Antiguidade Grega (Homero, Ésquilo e Sófocles), que traduz Shakespeare, Molière, Tchekov, Pogodin e Césaire e que escreve libretos para Paul Dessau.

Desta fase são Filoctetes (1958/64), Hércules (1964), Édipo Tirano (1966) e Os Horácios (1968). Nos seus últimos anos de vida, depois da reunificação da Alemanha, foi director do Berliner Ensemble.

Heiner Müller reclama um novo teatro didáctico, violento, que se insurja contra o esvaziamento do sentido da cultura e da vida social.

design de cena e produção JOSÉ ESPADA
dramaturgia ARMANDO NASCIMENTO ROSA

com FRAN GUINOT JOÃO ABEL MANUEL HENRIQUESRITA PIMENTEL RUBEN SANTOS SOFIA DINGERSOFIA GALLIS TIAGO VIEIRA

design de cena ANNA KUCEROVÁ CHRISTINA ROMIRER LENA GÄTJENS TOMÁS SCHIAPPA

dramaturgia ISABEL BARROS SÍLVIA ALBERTO VERÓNIKA DIANISKOVA

corpo e movimento LUCA APREA

voz MARIA JOÃO SERRÃO

guarda-roupa MESTRA OLGA AMORIM

produção CATARINA FERREIRA

gabinete de produção ESTC PEDRO AZEVEDO CONCEIÇÃO ALVES COSTA RUTE REIS


(créditos Pedro Azevedo )

Rock in Rio emite esclarecimento!


Em virtude das notícias publicadas no AmbienteOnline, de 26 de Junho e no Diário Económico, de 27 de Junho, a organização do Rock in Rio vem esclarecer qualquer mal-entendido que possa haver relativamente à instalação dos painéis solares no Palco Mundo.
A ideia inicial da organização era utilizar a energia produzida pelos painéis fotovoltaicos instalados no Palco Mundo de ambas as Cidades do Rock, em Lisboa e em Madrid, e após o evento os painéis serem oferecidos às duas cidades para que permanecessem no Parque da Bela Vista (Lisboa) e na Cidade do Rock, em Arganda del Rey (Madrid).
Devido a algumas inviabilizações alheias à organização do Rock in Rio esta situação não avançou mas a organização do evento optou por mantê-los na cenografia do Palco Mundo, e esta informação foi comunicada em vários momentos, para sensibilizar quer o público que marcou presença na Cidade do Rock quer os milhares de pessoas que assistem à transmissão dos concertos (a nível nacional e internacional) para o tema das alterações climáticas que foi o tema escolhido para o Projecto Social do Rock in Rio-Lisboa 2008.
Deste modo, a organização do Rock in Rio-Lisboa lançou um desafio a todas as escolas do 2º e 3º ciclos do ensino básico e do ensino secundário de todo o país através do concurso "Rock in Rio Escola Solar" em parceria com o Ministério da Economia, DGEG e ADENE, Ministério da Educação, SIC Esperança, Lobo Solar, LG, BP e Global Notícias.
Foram seleccionadas 20 escolas dos vários distritos do país onde vão ser colocados ao todo 400 painéis fotovoltaicos que vão captar a energia solar para posteriormente ser vendida à rede pública, transformando-se em fonte de financiamento para projectos sociais ao longo de 15 a 20 anos.
Os 200 painéis solares utilizados no Palco Mundo vão ser instalados em 10 dessas escolas permitindo consciencializar alunos e professores de que o comportamento de cada um e de todos em conjunto pode contribuir "Por Um Clima Melhor".
Para além disso, os equipamentos instalados nas escolas incluem um ponto de informação interactivo, desenvolvido pela YDreams que inclui conteúdos educativos e informativos sobre energias renováveis e alterações climáticas, além de permitir monitorizar em tempo real a produção de energia dos 20 micro-sistemas instalados em todo o país e a contribuição para o Projecto Social do Rock in Rio-Lisboa 2008.

O Expresso acordou no chão



Pouco passava das 8 da manhã quando os participantes do "Expresso das Nações" despertaram, iniciando-se de imediato os preparativos para a viagem, de autocarro, para Coimbra e Figueira da Foz.

Após o, tão desejado, banho matinal, algo que não acontecia desde a saída das suas casas, procedeu-se ao pequeno almoço e ao arrumar as mochilas e sacos cama.

A noite foi muito, mas mesmo muito, sossegada, tal não era o cansaço que os jovens tinham. A chegada ao Estádio do Mar, local onde estavam guardados os sacos cama e mochilas, aconteceu próximo das 00.30h, depois foi fazer, mais uma, caminhada até ao Pavilhão Óscar Lopes, local onde foi a, merecedida, dormida.

As caras dos jovens, esta manhã, já mostravam contentamento pelo descanso, pois antes do "recolher", durante a caminhada, ouvia-se "Já não aguento!", "Estou todo partido!", "Isto é demais!", "Não posso mais com as minhas pernas!", "Nunca pensei que fosse tão duro!"
Eram 10h e os autocarros, que transportará os participantes, começaram a sair de Matosinhos em direcção à cidade dos estudantes.

O "Expresso das Nações" fará uma visita à Universidade de Coimbra programada para as 12.30h, seguido do almoço.

Hoje o grupo tem preparada uma festa de despedida na Figueira da Foz, uma vez que estamos na recta final da viagem.

Exposição de azulejaria no Casino Lisboa


Exposição ao encontro de outra arte
azulejo alicatado

Há mais de cinco séculos que a azulejaria ocupa uma posição de relevo entre as artes decorativas portuguesas.
Apesar de ao longo da sua história ter sofrido múltiplas influências, em Portugal essas influências caracterizaram-se pela riqueza cromática, a monumentalidade, o sentido cenográfico e a sua integração na arquitectura.
O termo azulejo “, derivado da palavra árabe “ al zulej “, significa pedra lisa e polida.
Com efeito, foi durante a ocupação árabe que os povos ibéricos tomaram conhecimento destas pedras lisas e polidas, que eram placas de barro cobertas de vidrado colorido e uniforme.

Estas placas eram então cortadas em fragmentos mais ou menos geométricos que depois eram recombinados em belos painéis decorativos.

Esta forma de cortar e trabalhar o azulejo, que era feita com alicate, foi desenvolvida e implementada pelos Mouros na Península Ibérica e esteve em voga durante os séculos XVI e XVII, embora em Portugal os exemplares deste género de azulejaria sejam escassos.
O trabalho que o autor da presente Exposição pretende mostrar é uma adaptação da técnica do azuledo “alicatado” aos materiais e ferramentas actualmente disponíveis.

O autor, José Freire, nasceu em 1946 no Fundão.
Há cerca de 20 anos inicia como autodidacta a sua própria arte, criando e recriando com pedaços de azulejos, variados tipos de quadros painéis e de peças decorativas.
As suas obras encontram-se, em larga maioria, na posse de particulares.
A exposição estará patente ao público na Galeria de Arte “Panorâmico” do Casino Lisboa, Piso 2, de 30 de Junho a 13 de Julho.

As obras poderão ser apreciadas, das 15 horas às 3 horas da madrugada, excepto às Sextas-Feiras e aos Sábados, cujo horário será das 16 horas às 04 horas da madrugada.