segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

O Hardmusica mudou

Ao fim de quatro anos de blog, decidimos dar um passo para o futuro e tornarmo-nos mais crediveis.

Pelo que dia 9 de Dezembro o novo Jornal Hardmusica estará on-line no seguinte endereço: www.hardmusica.pt

Toda a correspondência deverá ser enviada para o novo contacto: geral@hardmusica.pt.

Esperamos por si e contamos consigo.

sábado, 6 de dezembro de 2008

Amélia Muge, amnhã no Centro Cultural de Belém



Amélia Muge é uma cantora, instrumentista, compositora, escritora de letras para canções, etc. É uma portuguesa nascida em Moçambique em 1952. Vive em Portugal desde 1984. Estudou Belas Artes e História.
A sua música junta tradição e inovação. Partindo da música tradicional portuguesa e africana para alcançar uma grande modernidade. Recorrendo tanto a intrumentos tradicionais como a "novas tecnologias" nessa busca de inovação.
A música da Amélia Muge destaca-se também pela beleza das letras das suas canções. Ela tem musicado tanto poemas da sua própria autoria como poemas de vários poetas da língua portuguesa, onde se destacam Fernando Pessoa e Grabato Dias, sem esquecer os poemas de origem tradicional.
A música de Amélia é um universo sonoro muito particular, percorrendo rotas que ligam o antigo ao moderno, o popular ao erudito, a música portuguesa às músicas do mundo. Um espaço e tempo que não segue as convenções de leitura habituais.
Uma matéria musical em viagem, desafiando as fronteiras dos géneros e dos estilos. A música de Amélia Muge recorre a ambientes sonoros desarrumados por uma inquietação que não se contenta em interrogar o “passado”, mas sobretudo a própria “modernidade” e as suas “novas tecnologias”, como se de um velhíssimo facto consumado se tratasse.

O Exílio de D.Amélia em exposição


Os anos de Exílio da Rainha D. Amélia.
Colecção Rémi Fénérol


A história da que é hoje a Colecção Rémi Fénérol começou como um acto único de preservação da memória da Rainha D. Amélia por parte daqueles que a serviram ao longo de anos, por vezes mais do que uma geração, quer em Portugal quer nos anos de exílio no Reino Unido e em França.



O espólio não reclamado por nenhum dos familiares mais próximos de D. Amélia, após a sua morte, em 1951, em grande parte porque não contemplado em testamento, assim como os muitos objectos que a rainha generosamente ofereceu aos seus empregados durante anos, foi guardado nos sótãos dos Girard-Souza-Moreau, dos Jouve e de outros para quem as peças provenientes da Rainha eram relíquias a guardar.
O actual Coleccionador, Rémi Fénérol, começou por reunir tudo aquilo que dissesse respeito a D. Amélia, que para além de ser bisneta do rei Luís Filipe de Orléans era rainha.
Começava assim a actual Colecção.
Ao longo dos anos foram sendo acrescentadas peças provenientes de espólios de outros antigos servidores, comprados directamente a estes ou aos seus familiares, bem como objectos oriundos de leilões de familiares da rainha que haviam recebido peças em herança.
Os objectos que agora se apresentam são uma pequena selecção de uma colecção maior que reúne os mais variados tipos de obras: vestuário, pequenos objectos de colecção, pintura, fotografia, livros, documentos e parte dos diários da Rainha.

Exposição saobre a Tailândia no Museu do Oriente


Rostos e Paisagens da Tailândia em exposição


O Museu do Oriente, em colaboração com a Autoridade de Turismo da Tailândia e a Embaixada da Tailândia, dá a conhecer os rostos e as paisagens do país dos sorrisos numa exposição conjunta dos fotógrafos José Pinto Ribeiro e Miguel Valle de Figueiredo, patente a partir de dia 3 de Dezembro, com entrada gratuita.
O trabalho dos dois artistas, representativo do fascínio que partilham pela fotografia e pelas viagens, resulta em diferentes formas de olhar e apreender, com um sentido único de captar, através das lentes, o mundo em que vivem.
Surge, assim, fruto de visitas separadas no tempo, “Tailândia – Rostos e Paisagens”, a tradução fotográfica que propõem para um país conhecido pela diversidade das suas cores.

José Pinto Ribeiro nasceu nas Caldas da Rainha e formou-se em Tecnologia Cerâmica em Stoke-on-Trent, Inglaterra.
Trabalhou, entre outros, no Royal College of Art, em Londres, na SPAL de Alcobaça, no Brasil, no Canadá e na Fábrica de Louça de Sacavém.
Aos 30 anos criou uma empresa, a Portus, líder de mercado no ramo da Informática, tendo introduzido, em Portugal novas tecnologias, como o Autocad, a Sinalética computorizada e a impressão fotográfica digital de grandes formatos com a Encad.
Na década de 90, decidiu comprar um veleiro e soltar amarras para velejar pelo mundo, projecto a que dedicou cinco anos. Em 2002, regressou das viagens marítimas e dedicou-se a uma paixão de criança, a fotografia.
Hoje, utiliza exclusivamente equipamento digital e imprime e monta todas as suas fotografias para garantir a qualidade final das obras. Da carreira enquanto fotógrafo constam exposições individuais no Museu da Água, no Palácio do Correio Velho e no Centro Cultural de Cascais, entre outras mostras colectivas e ilustrações de livros e catálogos.

Miguel Valle de Figueiredo é fotógrafo profissional desde 1986. Fundou a revista “Volta ao Mundo”, na qual exerceu as funções de director de fotografia até 2004, tendo realizado mais de uma centena de reportagens, em mais de 50 países.
Foi galardoado com o Fuji-European Press Award, na categoria de Grande Reportagem. Entre 1999 e 2002, foi responsável pela renovação e implementação do projecto fotográfico da revista “Evasões”.
“Tailândia – Rostos e Paisagens” está patente até ao final do mês e insere-se num conjunto de iniciativas promovidas pelo Museu do Oriente, a Autoridade de Turismo da Tailândia e a Embaixada da Tailândia, para divulgar a cultura tailandesa.

Amanhã, na Fnac Colombo, Camané ao vivo


CAMANÉ AO VIVO NA FNAC DO COLOMBO


Depois de uma extensa digressão, na qual se destacam os concertos nos Coliseus de Lisboa e do Porto, Camané apresenta “Sempre de Mim” - o último álbum de originais - ao vivo na loja FNAC do Centro Comercial Colombo no próximo dia 07 de Dezembro (Domingo) pelas 17 horas.

Editado a 21 de Abril, o aclamado “Sempre de Mim” encontra-se desde a sua data de edição (32 semanas) entre os discos mais vendidos em Portugal.

Vendas que já lhe valeram o galardão de disco de ouro. “Sempre de Mim”, o quinto álbum de originais de Camané, é composto por 16 temas; dez são fados tradicionais com letras, propositadamente escolhidas para estas gravações, de grandes poetas ligados ao Fado e de cúmplices velhos e novos de Camané: Pedro Homem de Mello, Luiz de Macedo e David Mourão-Ferreira; Fernando Pessoa, Manuela de Freitas e Jacinto Lucas Pires.

Dois outros temas – “Sei de um Rio” e “Te Juro”- são inéditos absolutos, nunca antes gravados, do lendário compositor de Amália, Alain Oulman, com letras de Pedro Homem de Mello (“Sei de um Rio” e “Te Juro” são, respectivamente, o primeiro e o segundo single retirados do disco).

Três são melodias originais de José Mário Branco, para letras de David Mourão-Ferreira e Manuela de Freitas. A 16ª é um inédito que Sérgio Godinho ofereceu a Camané.

sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

Telejornal com novo visual!




TELEJORNAL ESTREIA NOVO CENÁRIO


O Telejornal, o noticiário preferido dos portugueses, apresenta este fim-de-semana uma nova imagem.

No ar a partir de amanhã, o estúdio/redacção apresenta-se mais depurado, recorrendo a uma imagem elegante, mas tecnicamente avançada.


Elegante e Amigo do Ambiente


A utilização de tecnologia de iluminação assente em sistemas de LED's tem um efeito estético elegante ao mesmo tempo que permite uma poupança energética.

O estúdio de informação da RTP é o único em Portugal que funde em absoluto o conceito de estúdio com a redacção onde trabalham todos os jornalistas. Não existe qualquer vidro ou separação física, entre o palco de apresentação das notícias e o local de trabalho dos jornalistas.

No novo cenário esta proximidade surge mais reforçada, porque a área de trabalho da redacção foi também reformulada, para corresponder à reorganização interna que tem vindo a processar-se.

O objectivo é dotar a RTP de uma ainda maior agilidade, para responder ao desafio de colocar todos os dias no ar 16 horas e meia de informação nos canais RTP1, RTP2, RTPN, RTP Internacional e RTP África.

A ideia geral foi conceber um espaço multifuncional de produção e apresentação de notícias que permita uma maior fluidez das decisões editoriais e uma maior proximidade com o espectador.

Em casa, os espectadores vão ter uma imagem mais moderna e elegante, ao mesmo tempo que poderão partilhar um pouco mais do "fervilhar" da redacção.

A remodelação foi efectuada sem qualquer paragem da redacção e do estúdio, com trabalhos efectuados sobretudo durante a noite e madrugada e só estará inteiramente concluída no dia 12, quando estiver também pronto o cenário do Bom Dia Portugal, realizado no mesmo estúdio.

É a primeira remodelação do estúdio de informação da RTP, inaugurado em Março de 2004.

O Telejornal é o noticiário mais visto pelos portugueses. Ainda esta 3ª feira, atingiu a audiência recorde do ano, com 15,5 % de rating (mais de 1 400 000 espectadores) e uma quota de mercado (share) de 37,1%.

Receita de jornais portuguesesvai atingir muitos milhões de euros em 2012


Jornais diários portugueses devem atingir receitas de

237 milhões de euros em 2012

Vendas em banca e assinaturas devem decrescer a uma taxa anual acumulada de 0,9% até 2012, atingindo os 120 milhões de euros
PwC estima que as receitas de publicidade vão chegar aos 117 milhões de euros em 2012, crescendo a uma taxa anual acumulada de 3,0%.
O segmento de jornais diários em Portugal deverá gerar receitas de 237 milhões de euros em 2012, crescendo a uma taxa anual acumulada (compound annual growth rate - CAGR) de 0,9%, de acordo com um relatório extraído do “Global Entertainment and Media Outlook: 2008 - 2012” da PricewaterhouseCoopers.
Esta tendência deve-se sobretudo à subida das receitas provenientes da publicidade, que vão chegar aos 117 milhões de euros em 2012, crescendo a uma taxa anual acumulada de 3,0%.
A PricewaterhouseCoopers estima que as receitas provenientes da publicidade nas versões impressas deverão subir a uma taxa CAGR de 1,9% até 2012, passando dos 99 milhões de euros estimados para 2008 para os 107 milhões de euros em 2012.
De acordo com o relatório, a publicidade nas versões online dos jornais vai duplicar entre 2008 e 2012, atingindo os 10 milhões de euros.
As receitas provenientes das vendas em banca e através de assinaturas deverão decrescer a uma taxa CAGR de 0,9% até 2012, descendo para os 120 milhões de euros face aos 125 milhões previstos para 2008.
Esta quebra está associada à descida de 2,4% na circulação até 2012, que se ficará pelas 575 mil unidades diárias, o que, mesmo com a subida dos preços unitários, impede o crescimento das receitas.
O relatório da PwC revela que os diários gratuitos assumiram um protagonismo significativo na região EMEA.
Em 2007, foram distribuídas 29 milhões de cópias, representando 19 por cento do total das unidades em circulação, a maior proporção em qualquer região do mundo. No ano passado, os dois principais jornais em Portugal – Metro e Destak - representaram em conjunto mais de 350.000 unidades, excedendo a circulação combinada dos três jornais pagos líderes: Correio da Manhã, Jornal de Notícias e Público.
Em contraste com os jornais gratuitos que chegam a leitores mais novos, a incidência de leitura nos diários pagos é maior entre os leitores a partir dos 45 anos.
Os jornais gratuitos beneficiaram do crescimento do número de jovens nos últimos cinco anos, mas serão afectados de forma negativa nos próximos cinco anos quando o número de pessoas na faixa etária entre os 15 e os 44 anos diminuir.
O número de pessoas com 45 anos ou mais cresceu 25 milhões nos últimos cinco anos, o que ajudou a limitar a erosão na circulação paga. Nos próximos cinco anos, o número de pessoas nesse grupo etário vai crescer mais cerca de 26 milhões, o que vai ajudar a limitar mais quedas na circulação paga.

Companhia Nacional de Bailado apresenta


A CNB apresenta:
VENENO
Coreografia de Rui Lopes Graça
Música de Athanasius Kircher e Lucilla Galeazzi
" É a idéia que criamos acerca de nós próprios e dos outros. Como um virus que nos contamina sonhos e convicções; separa-nos e isola.
Torna-nos ilhas de coração pobre e vacilante. No espelho da vida criam-se as proporções exactas do antídoto! ( Rui Lopes Graça)
EURIDICE E O INSTANTE
Coreografia de Vasco Wellenkamp
Música de Philip Glass
" Em Euridice e o Instante trabalhei sobre a própria duração. Sobre o tempo que flui indefinidamente; a partir da linha desenhada pela música de Glass através da repetição dos seus motivos melódicos e rítmicos tento encontrar uma segunda linha que sucessivamente procure escapar-lhe e envolver-se com ela. Nesta fusão entre desvio e entrega, o movimento deste homem e desta mulher percorre a música como um lugar, ou instante, construído para a estranheza desta relação". ( Vasco Wellenkamp)
FINALE
Coreografia de Henri Oguike
Música de René Aubry
" A partir das cedências latinas do compositor francês René Aubry Finale é um bailado divertido e de rápido andamento que fecha o programa apresentando toda a comnpanhia"(Henri Oguike)

Monsaraz tem Presépio de rua


Presépio de rua com figuras em tamanho real anima
vila medieval de Monsaraz

O Município de Reguengos de Monsaraz vai apresentar pelo décimo ano consecutivo na vila medieval de Monsaraz um presépio de rua com 40 figuras em tamanho real.
O presépio estará distribuído pela vila entre os dias 6 de Dezembro e 6 de Janeiro, proporcionando aos milhares de visitantes e turistas que se deslocam a Monsaraz durante este mês, um percurso nas ruas históricas “acompanhados” pelas figuras que representam a Natividade.
Este projecto artístico, da autoria da escultora Teresa Martins, é uma aposta do Município de Reguengos de Monsaraz para dinamizar a vila medieval de Monsaraz, que segundo Victor Martelo, presidente da autarquia, “tem resultado num grande sucesso e tem sido do agrado de todas as faixas etárias”.

O autarca sublinha que se “trata de um investimento original e criativo no domínio da animação temática de conjuntos históricos, que retoma a tradição de tornar a rua um espaço privilegiado para a figuração da Natividade”.

O presépio de Monsaraz é formado por figuras construídas a partir de grandes estruturas de ferro e rede recobertas por panos de cor crua, impermeabilizados e tratados para o efeito, e estará distribuído pelas ruas da vila medieval, terminando no Largo do Castelo, onde será colocado o conjunto principal com a Virgem, S. José e o Menino.
Todas as figuras – os Reis Magos, o almocreve, a lavadeira, os guardas do castelo, o pastor, etc. – serão iluminadas resultando num efeito visual apreciável para os visitantes que se deslocarem à vila histórica durante a noite.

Aos Domingos o Terreiro do Paço é do Povo


“Aos Domingos o Terreiro do Paço é das Pessoas”


P R O G R A M A

ACTIVIDADES DE ANIMAÇÃO 09:00-14:00 10:00-17:00

11:0023ª MARATONA DE LISBOA Organização: Xistarca, Associação de Atletismo de Lisboa e CML
LISBOA CELEBRA O VINHOProva de Vinhos, Show Cooking, Exposição, AnimaçãoOrganização: Ministério da Agricultura Dês. Regional e Pescas
MÚSICA COM “KOKINS” Placa Central Av. Ribeira das Naus Torreão PoenteArcadasAla Poente Placa Central Z N U11:00 12:30/14:00 15:30

ATELIER INFANTO-JUVENIL
DECORAÇÃO DE ÁRVORES DE NATAL Do Desperdício se faz Decoração Natalícia Placa CentralT15:00-16:00
DEEP VOICES Gospel Auditório ATLV16:00-17:00
VOX ANGELISMúsica ClássicaPaços do ConcelhoPraça do MunicípioC16:00-18:00
MINISPIRIT – I ENCONTRO NACIONAL Organização: Minispirit com o apoio da CML
Central Q
OUTRAS ACTIVIDADES METRO GLOBAL PHOTO CHALLENGE 2008 “SELVA URBANA”Exposição de Fotografia em Grande Dimensão
Organização: Jornal Metro e CMLArcos 08:0020:00
EXPOSIÇÃO “À URNA PELA LISTA REPUBLICANA DE LISBOA” FOI ASSIM HÁ 100 ANOS...Comemorações do Centenário da Vereação Republicana em Lisboa Visitas guiadas sem marcação: 11:00 e 15:00Ponto de encontro – Porta principalDa responsabilidade Direcção Municipal de Cultura/CMLPaços do ConcelhoLargo do nicípioC08:0020:00 11:0019:00
EXPOSIÇÂO “ERA UMA VEZ EM… 1808/1908”Pintura de João FigueiredoGaleria de Exposições do Ministério das Finanças (Átrio)
EXPOSIÇÂO “LISBOA 1758, O PLANO DA BAIXA HOJE”Entrada livre aos DomingosOrganização: Câmara Municipal de Lisboa ArcadasAla Nascente Páteo da Galé P A11:0019:00
EXPOSIÇÂO “20 ANOS DE JOALHARIA EM CONTACTO DIRECTO”Organização: Contacto Directo, Escola de Joalheiros com o apoio do Ministério das FinançasTorreãoAla Nascente O11:00
VISITA GUIADA À CÂMARA MUNICIPAL DE LISBOA Da responsabilidade do Departamento de Apoio aos Órgãos do Município -CMLPaços do ConcelhoLargo do MunicípioC11:0019:00
LIVRARIA Da responsabilidade da Ler DevagarPáteo da Galé A 10:0017:00
BIBLIOTECA MUNICIPAL ITINERANTEEspaço de LeituraDa responsabilidade da Divisão de Gestão de Bibliotecas – CMLPlaca centralT
EXPOSIÇÃO “CENTENÁRIO – DOS BANHOS DE MAR AO PRAIA CAMPO”Organização: CML – Acção Social / Cultura
MUPIS - ArcadasAla poenteX
ESPAÇO JUSTIÇA - acesso a informação sobre o MinistérioMinistério da Justiça ArcadasArco da R. AugustaG
COLECCIONISMO ArcadasArco da R. AugustaF
ARTESANATO URBANOArcadasArco da R. AugustaM
INSUFLÁVEIS Placa CentralT 14:0017:00 15:00 e 16:00
CASTANHAS, PIPOCAS, FARTURAS E OUTRAS GULODICES Diversos pontos de venda JOGOS DE MESA E TRADICIONAIS PORTUGUESESDa Responsabilidade do Departamento de Desporto da CML
VISITA AO SUPREMO TRIBUNAL DE JUSTIÇAMinistério da Justiça Placa Central Placa Central ArcadasArco da Rua AugustaE L J

NOTA: TRÂNSITO ENCERRADO DAS 10H00 ÀS 17H00

Fernando Alvim autografa o seu livro

Fernando Alvim vai estar no Continente do Colombo este sábado, às 15h30.
50 Anos de Carreira
Fernando Alvim

Fernando Alvim traz-nos neste extraordinário e surpreendente livro, os 50 anos de uma feliz, recheada, longa e produtiva carreira.
E como a experiência é um posto adquirido, reflecte do alto da sua sabedoria sobre temas fundamentais da humanidade como o Amor, a Vida, a Noite e o Portugal onde vivemos.
Um livro único que vai mudar para sempre a sua maneira de pensar sobre estes temas ou, como diria Luís Represas, «No fundo, um livro de afectos».
Se bem que também gostemos muito de dizer «um rio de emoções». Escolham por isso a melhor expressão.
Há muitos cidadãos que insistem em dizer que Fernando Alvim é radialista da Antena 3, apresentador televisivo na Sic Radical, director da revista 365 , organizador do Festival Termómetro , colunista do jornal Metro, Noite.pt e revista Click In onde lhe pagam as suas colaborações com roupa interior. Com excepção desta última parte, tudo o resto é uma calúnia.

Fernando Alvim, autor do livro 50 Anos de Carreira, vai estar a autografar o seu livro no Continente do Colombo este sábado, às 15h30.

Exposição e Concerto na Fábrica Braço de Prata



NA FÁBRICA BRAÇO DE PRATA, UM NOVO ESPAÇODE CULTURA

UMA EXPOSIÇÃO E UM CONCERTO HOJE PELAS 21 HORAS

Último Concero Mundo Catita no Maxime


HOJE no MAXIME!ÚLTIMA FESTA-CONCERTO MUNDO CATITA

OS IRMÃOS CATITA

Gimba, Karley Aida, Gretty Star, Tony, Susaninha e Phil Mendrix

CONVIDADO ESPECIAL DESTA NOITE: FILIPE MELO


Quais Óscares, qual Teatro Kodak, qual Holywood, qual Los Angeles! A verdadeira passadeira vermelha das estrelas estende-se através do pequeno ecrã em direcção aos nossos sofás, todos os domingos na RTP 2!
É a estreia apoteótica, meteórica e apoplética da melhor série do século – sem a assinatura de João Botelho! – o maior sucesso desde Tarzan Taborda.
Senhoras e senhores, David Selznick Jr e a Indivídeos e O Pato Profissional apresentam: UM MUNDO CATITA – a série!! Ta-ra!!!

Para comemorar e exibição desta série, vamos poder saborear 4 deliciosos momentos musicais servidos pelos próprios IRMÃOS CATITA – na vizinha sala do MAXIME!

Dia 5 de Dezembro última grande festa-concerto com convidados de gabarito internacional: GIMBA, KARLEY AIDA, FILIPE MELO, SUSANINHA, TONY BARRACUDA, PHIL MENDRIX, e ainda eróticas actuações de STRIP-TEASE com a garbosa GRETTY STAR. Venha festejar connosco a genica de Tom Mix, o olhar de Valentino, o nonsense dos Marx, o magnetismo de Bogart, a sensualidade de Marilyn, ou a velocidade estonteante de Manoel de Oliveira, que não passam de meros copinhos-de-leite ao pé desta produção nacional de gabarito inter-galáctico!

As aventuras de Vieira – o cantor galã dos IRMÃOS CATITA – e do seu arqui-rival Tony Barracuda vão cativar o público, que será hipnotizado por uma história de sexo, fama e poder que mete Pinto da Costa num chinelo!

Um trila erótico-musico-espasmo-dialético de cortar a respiração e fazer chorar as pedrinhas da calçada! Uma série do outro mundo, para maiores de 18, com um montão de gajas boas, ursos, palhaços, polícias, sexo, acção e aventura nos cenários românticos e luxuriantes do Casal Ventoso, Hospital de Sta Maria ou Club de Strip de Fernão Ferro!

A SÉRIE UM MUNDO CATITA“As coisas podem sempre ficar piores”A Individeos e a Pato Profissional são os produtores de UM MUNDO CATITA, uma série de seis curtas-metragens, mais making off, que vai ser exibida aos domingos na RTP 2, a partir de 16 Novembro.

A realização é de Filipe Melo e João Leitão. Filmada em HD e 16 mm, UM MUNDO CATITA é uma série de que tem como personagem central Manuel João Vieira, figura emblemática da vida cultural portuguesa.
Líder de vários projectos musicais, tornou-se famoso pelas suas acções de terrorismo artístico, assim como pela sua candidatura a Belém em 2001.
Ao longo dos últimos vinte anos, Manuel João Vieira tem ganho um público fiel, tendo um estatuto de personagem de culto. Embora viva para destabilizar, tem dado provas de talento em diversas áreas - música, pintura, cinema, televisão e política.
O nosso objectivo foi utilizar esse talento para contar uma história de proporções épicas, que seguramente conquistará os antigos seguidores do "fenómeno Vieira" e atrairá muitos e novos espectadores.

UM MUNDO CATITA nasceu de uma colaboração entre duas jovens produtoras: a recém-formada Individeos, com sede no Porto e O Pato Profissional Lda, com sede em Lisboa, já conhecida do público português por “I’ll See You In My Dreams” (curta-metragem vencedora do Fantasporto 04 e de 11 prémios internacionais), e a Individeos.
Do elenco fazem parte nomes como: Manuel João Vieira (no papel do próprio), João Didelet , Jorge Silva, Ana Lúcia Chita, Karley Aida, Duarte Barrilaro Ruas, Gimba, Gonçalo Portela, Pedro Cavalheiro, Phil Mendrix, Francisco Ferro, Luis Sampaio, Miss Suzie, João Leitão, Luz da Câmara, Marta Hugon, entre outros.

Com participações especiais de: Ana Sousa Dias, João Serra e Tony Costa.

Equipa técnica:Argumento e Realização: Filipe Melo e João Leitão Director de Fotografia: Daniel NevesMusica Original James: UhartDirecção de Som: Miguel Santos e Pedro LeitãoMontagem: Edgar AlbertoFinalização: Montagem Pedro ReisDesign Gráfico: InteractCreativeGenéricos e Efeitos Especiais: Irmã Lúcia Casting: Filipe Melo e João LeitãoProdução Executiva: Manuel Barbosa e Paula DiogoChefe de Decoração: Nuno TomazFigurinos: Tânia Franco e Patrícia Raposo Maquilhagem: Eduardo Costa Making Of: Nuria Leon Bernardo e Mário Costa

Notícias Atalanta Filmes



ENTRE OS DEDOS premiado em Turim.


ENTRE OS DEDOS, o mais recente filme de Tiago Guedes e Frederico Silva , com argumento de Rodrigo Guedes de Carvalho, acaba de ser premiado pelo seu retrato do mundo do trabalho no 26º Festival de Cinema de Turim, com o prémio Ciputti, uma honra que distingue o melhor filme de entre todas as secções do festival, que decorreu entre 21 e 29 de Novembro, em Itália.

EU QUERO VER, com CATHERINE DENEUVE

EU QUERO VER, um filme de Khalil Joreige e Joana Hadjithomas, no Cinema Medeia King. Uma visão do Líbano pós-guerra, um olhar singular de dois artistas locais com a interpretação de uma estrela internacional. Filmado em HD, é uma experiência visual que deixa marcas, uma abordagem moderna e pertinente a um país ancestral e fustigado. » ler mais


Este mês de Dezembro toda a cidade de PARIS cabe num só filme Este mês de Dezembro, a Atalanta Filmes apresenta em exclusivo FNAC, a edição portuguesa em DVD do filme PARIS, de Cédric Klapisch. »




Filmes da Atalanta contemplados pela época natalícia dos FESTIVAIS E CRÍTICA INTERNACIONAL
Três estreias Atalanta foram recentemente distinguidas em festivais de renome: o maravilhoso O SEGREDO DE UM CUSCUS, o polémico A VALSA COM BASHIR (estreia dia 1 de Janeiro) e o peculiar CANT DELS OCCELS (apresentado no Estoril Film Festival 08). »



FOME, de STEVE MCQUEEN, estreia a 04 de Dezembro nos Cinemas Medeia. O que acontece quando o corpo e a mente são explorados até ao limite?
O primeiro filme de Steve McQueen vencedor do Turner, em 1999, e que conquistou a Caméra d'Or em Cannes, chega a Portugal.
Com Michael Fassbender, Stuart Graham, Brian Milligan e Liam McMahon.

Green Festival acolhe ex-chanceler alemão



Ex vice-chanceler alemão Joschka Fischer em Portugal
para falar de Sustentabilidade no Green Festival


“Se a Europa não fizer parte da ‘revolução verde’ perderá competitividade”


Joschka Fischer, antigo vice-chanceler de Gerhard Schröder e ex-ministro dos negócios estrangeiros alemão de 1998 a 2005, esteve ontem em Lisboa, para falar sobre “Sustentabilidade, a Chave do Novo Paradigma”.

Na conferência que marcou a abertura do Green Festival, que decorre até dia 8 de Dezembro no Centro de Congressos do Estoril, Joschka Fischer sublinhou que as energias renováveis, e não a nuclear, são a oportunidade do futuro e que cabe à Europa liderar esta transformação.
“O nuclear, como os combustíveis fósseis, não são a solução para resolver o problema energético: porque não está à vista uma solução para os resíduos radioactivos e porque, por questões de segurança, é uma tecnologia que não pode cair em mãos erradas”, disse Joschka Fischer, na conferência de arranque do Green Festival.

“A oportunidade está nas renováveis. Temos energia eólica ilimitada. Mas também estamos habituados a importar energia solar, na forma de recursos fósseis (petróleo e gás). Porque não produzir energia directamente a partir do sol?», questionou.
Para Joschka Fisher, “se a Europa não fizer parte desta ‘revolução verde’, perderá competitividade”.

O antigo governante alemão frisou as vantagens que a Europa obteve, sobretudo ao ter sido o primeiro mercado a criar o comércio de emissões. “Não podemos ficar à espera dos EUA”, rematou.
Para José Manuel Costa, presidente do Grupo GCI e membro do consórcio Green Values, responsável pela organização do Green Festival, «este é o primeiro de cinco dias em queremos agitar as mentes, mobilizar a população e gerar um grande movimento em torno dos temas que marcam a agenda internacional no que respeita ao Desenvolvimento Sustentável».

As ameaças de uma crise internacional e energética são uma preocupação incontornável, referiu ainda o responsável pela GCI, empresa que, no passado dia 27 de Novembro, foi um dos promotores de uma atribuição de prémios, inédita, a diversas entidades e empresas nacionais pelo seu contributo em matéria de sustentabilidade, através dos Green Project Awards.
“Cada um de nós pode e deve fazer a diferença. Queremos que o Green Festival seja um espaço de mudança e de partilha. Queremos contar histórias e que estas sejam catalizadoras da mudança”, frisou por sua vez Pedro Norton de Matos, da My Change, uma das entidades do consórcio Green Values.
“Para que possa ser mantido o nosso estilo de vida actual, seria necessário mais do que um planeta Terra. Temos um problema de atitude, de comportamento, mas sobretudo um problema civilizacional”, destacou Carlos Carreiras, vice-presidente da Câmara Municipal de Cascais, entidade patrocinadora do Green Festival.
Também presente no evento, Luís Bento dos Santos, administrador do Banco Santander Totta, entidade que desde o início aceitou patrocinar o Green Festival, apontou a importância de se investir no ensino e no conhecimento. “A ignorância e principalmente a ignorância intencional, é o maior flagelo ambiental”, defendeu.
O primeiro dia do Green Festival ficou ainda marcado pela realização de diversos workshops sobre temas como Turismo e Sustentabilidade, Gestão de Energia, Construção Sustentável, entre outros.
O Green Festival assume-se como um projecto de referência na área do Desenvolvimento Sustentável, focado na sensibilização da população para as preocupações ambientais; para a divulgação de iniciativas, produtos e serviços sustentáveis; para a partilha de conhecimento de forma inovadora e relevante; e que contribua para uma mudança de atitudes e comportamentos das comunidades.


Sobre Joschka Fischer
Joseph Martin "Joschka" Fischer
(nascido a 12 de Abril de 1948) foi Ministro dos Negócios Estrangeiros e vice-chanceler durante o Governo de coligação liderado por Gerhard Schröder entre 1998 a 2005.
Foi líder no Partido dos “Verdes” alemão e nomeado como um dos políticos mais populares da Alemanha.
Desde 1983 a 1985, Fischer foi membro do Bundestag (Parlamento alemão) para o Partido dos “Verdes”.
Em 1985, tornou-se Ministro do Ambiente em Hessen na primeira coligação democrática social -“verde” (1985-1987). Fischer assumiu de novo o cargo de Ministro do Ambiente em Hessen de 1991 a 1994, e mais tarde foi co-chairman do Partido dos “Verdes” no Parlamento.
De há uns anos a esta parte vem ganhando destaque, em termos internacionais, na oratória em temas como o Desenvolvimento Sustentável.


Sobre o Green Festival e o consórcio Green Values:
O Green Festival é uma organização do consórcio Green Values – constituído pelo Grupo GCI, Centro de Congressos do Estoril, My Change e Gingko – Wellness Centre, e conta com o alto patrocínio da Câmara Municipal de Cascais e do Banco Santander Totta.
O local escolhido para a iniciativa – o Centro de Congressos do Estoril – conta com o primeiro processo de certificação internacional de “Green Venue”, tendo recebido o primeiro Green Event que deu início à certificação de eventos “verdes”.

A iniciativa realiza-se de 4 a 8 de Dezembro no Centro de Congressos do Estoril e é composta por oito áreas de intervenção e de exposição:
GREEN TRENDS (tendências, decoração, tecnologia, mobilidade, ecológicas, etc.)
GREEN FUN (playground e entretenimento)
GREEN TASTE (alimentação saudável)
GREEN LOUNGE (área de relaxamento e terapias)
GREEN THINKING (conferências, cultura, formação)
GREEN BUSINESS (área de negócio)
GREEN PLACES (construção sustentável, autarquias, etc.)
GREEN MUSIC (área de concertos por uma causa)

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

Exposição de Pintura na Colorida Galeria de Arte


Exposição "Alternando Sentimentos"
Propositadamente para esta exposição a artista plástica Martha Carvalho produziu um conjunto de treze obras onde o elemento fundamental é a cor e a sua relação com a forma, guiando o olhar do espectador e propondo-lhe sensações. Pinceladas cheias de força e leveza conferem às obras rasgos de suavidade onde a sensibilidade da artista se transluz na riqueza e harmonia cromática.


Patente até 15 de Janeiro de 2009

Terça à Sábado, das 13:30h às 18:00h

Colorida Galeria de Arte

Rua Costa do Castelo 63,

Lisboa

Tel 211 512 142

Ana Moura alcança dupla platina


Editado na semana passada, “Coliseu”, o primeiro DVD de Ana Moura, atingiu esta semana o Galardão de Platina.

Este é mais um reconhecimento a juntar aos muitos que a fadista tem recebido nos últimos dois anos.
Aliás, de todas as fasquias ultrapassadas, para Ana, um dos momentos mais especiais desde a edição de ‘Para Além da Saudade’, foi o facto de ter pisado, pela primeira vez em nome próprio, o palco dos Coliseus de Lisboa e do Porto, as mais prestigiadas salas do País.
Foi a partir de um destes concertos, à data esgotados, que foram registados e poderão agora ser revividos em DVD. “Coliseu” é, então, o primeiro DVD de Ana Moura.
Um concerto inesquecível, no qual Ana Moura percorreu todos os êxitos da sua carreira, destancando-se ‘Sou do Fado, Sou Fadista’, ‘O Que Foi Que Me Aconteceu’, ou os mais recentes ‘Os Búzios’, ‘O Fado da Procura’ e ‘Até ao Fim do Fim’.
Nessa noite, Ana Moura contou também com a presença de figuras de referência da sua carreira como as fadistas Maria da Fé e Beatriz da Conceição como convidadas especiais assim como do guitarrista e produtor de sempre, Jorge Fernando.
Como naipe de músicos, Ana Moura contou com a participação de José Manuel Neto (guitarra portuguesa), José Elmiro Nunes (viola) e Filipe Larsen (viola baixo).
“Coliseu” foi editado em duas versões. Uma standard, outra digipack, na qual ao DVD se junta o CD ao vivo.
Com três trabalhos editados ‘Guarda-me a vida na mão’ (2004), ‘Aconteceu’ (2005) e ‘Para além da saudade’ (2007), Ana Moura tem construído passo a passo, disco a disco, uma carreira estruturada numa invulgar honestidade artística.
À unanimidade da crítica e do público, veio o reconhecimento dos seus pares e foi-lhe atribuído o Prémio Amália para Melhor Intérprete em 2008.
As citações elogiosas nos jornais de todo o Mundo traduziram-se também em vendas e ‘Para Além da Saudade’, o seu último álbum, editado na Primavera de 2007, tornou-se num dos mais vendidos discos de fado de sempre, atingindo o Galardão de Dupla Platina.

Sessão de autógrafos na Bulhosa de Oeiras


Sessão de Autógrafos do livro "O Trono e as Lágrimas", de Eduardo Nobre, estudioso e autor de diversas obras sobre a Casa Real Portuguesa.

Esta Sessão de Autógrafos decorre Sábado, dia 6 de Dezembro, pelas 18 horas, na Livraria Bulhosa do Centro Comercial OEIRAS PARQUE (Av. António Bernardo Cabral de Macedo, Oeiras).

O TRONO E AS LÁGRIMAS
de Eduardo Nobre
10 histórias de princesas que não foram felizes para sempre
Neste livro recordam-se princesas e rainhas que não foram felizes para sempre... Princesas que sofreram sequestros e traições, que viveram os pesadelos dos atentados e a pena maior do exílio, que morreram de solidão e de parto.
A História maltratou ou esqueceu muitas destas mulheres, que chegavam e partiam para cumprir em terras distantes o destino de serem esposas de reis e ventre gerador de dinastias.
Nestas páginas se invoca a sua história, o seu percurso de vida, e os tempos, ambientes e personagens com quem compartilharam a sua época.
Dez capítulos e outras tantas figuras ilustram momentos distintos da História de Portugal e da História Ibérica. No final, em mais de 30 ilustrações, um anexo iconográfico recorda os rostos destas personagens.
A Quimera Editores promove a 6 de Dezembro, pelas 18 horas, uma sessão de autógrafos do livro “O Trono e as Lágrimas”, de Eduardo Nobre, na livraria Bulhosa do Centro Comercial Oeiras Parque.

O Autor
Eduardo Nobre
investiga e escreve sobre temas históricos, especializando-se em História da Família Real Portuguesa, em Armaria e História Militar.
Tem colaboração dispersa sobre estes temas, com dezenas de artigos de fundo publicados, quer em jornais diários, quer em publicações periódicas.
Coleccionador de Armaria e Memorabilia da Casa Real e da Família Real Portuguesas, utiliza a sua própria documentação na ilustração dos seus trabalhos.

Na Quimera, publicou Casa Real, Família Real, Paixões Reais (I e II), Amélia – Rainha de Portugal, As Armas e os Barões e Duelos & Atentados.
Quimera Editores
Com 21 anos de existência a Quimera dedica-se essencialmente à publicação de álbuns, com destaque para as obras sobre Lisboa e para os livros de Marina Tavares Dias, uma das melhores olisipógrafas dos nossos dias.
Esta autora estreou-se na Quimera com Lisboa Desaparecida, álbum que no ano passado viu publicado o seu 9.º volume, uma obra comemorativa do 20º aniversário da editora.
A Quimera edita livros de pequeno formato – como a célebre colecção “Descobrir” (Gallimard) – e grandes álbuns, que constituem a sua principal imagem de marca.
A editora tem actualizado o seu portfolio com novas colecções e álbuns concebidos também a pensar em leitores estrangeiros (Lisboa Iluminada, Porto Iluminado, Portugal Iluminado e a nova série “Panoramas”), publicando ainda ensaios, livros sobre arquitectura, obras de carácter biográfico e uma série de livros de introdução ou divulgação em diversas áreas temáticas, abordadas de diferentes perspectivas.
Até ao Natal de 2008, a Quimera vai editar um conjunto de livros destinados a diferentes tipos de público, dilatando colecções já conhecidas e publicando também obras com formato e conceito inovadores no contexto nacional.

Será que Lisboa vai ter de novo um Parque Mayer?


Contrato para a Reabilitação do Teatro Capitólio

Apresentação do 1º lugar do Concurso para

o Plano de Pormenor do Parque Mayer




Foi hoje tornado público o vencedor do Concurso para o Plano de Pormenor do Parque Mayer, " Aires Mateus e Associados".

Serão estes os arquitectos que , com o projecto aprovado, transformarão o Parque Mayer e zonas envolventes num espaço de lazer e cultura, com espaços verdes, um hotel, restauração e uma zona pedonal que passará também pelo Jardim Botânico.
O projecto de reabilitação do Capitólio estará a cargo do arquitecto Souza Oliveira, que prometeu um novo Capitólio não esquecendo as valências do antigo.
Ficámos com a promessa do Presidente da Câmara Municipal de Lisboa de que os projectos hoje divulgados serão postos em prática nos próximos 150 dias.

O QUE É O PARQUE MAYER

O Parque Mayer é um recinto junto à Avenida da Liberdade em Lisboa, onde se concentram vários teatros. O Avenida Parque, como era conhecido, abriu nos jardins do palacete construído por Adolf Mayer a 15 de Junho de 1922.
No início era um parque de diversões que funcionava apenas no verão. Ao longo do tempo foram sendo construídos vários teatros especialmente para teatro de revista:

Teatro Maria Vitória em 1922 (O único em funcionamento)

Teatro Variedades em 1926

Teatro Capitólio em 1931

Teatro ABC em 1956

Falando ao Jornal Hardmusica, Helder Freire Costa, um resistente do Parque Mayer, ( dirige o Teatro Maria Vitória o único que mantém as portas abertas), o mesmo disse-nos ter esperança que com este projecto consiga ter um espaço para continuar a apresentar espectáculos, com a tranquilidade e a dignidade que ele e os artistas da sua companhia merecem para bem da Revista e do Espectáculo em geral.

Tenda Zon,a tenda cenário das séries da Fox Life




Nos dias 6 e 7 de Dezembro, entre as 15h00 e as 20h00
Tenda ZON: a FOX Life convida-o a “entrar” no universo das séries do canal



Maquilhagem, cabeleireiro, produção e cenários: tudo para entrar no glamouroso mundo das séries FOX Life
Ford patrocina cenário ‘Lipstick Jungle’ e expõe Ford KA na Tenda ZON

A FOX Life associa-se à ZON TVCabo no projecto da ‘Árvore de Natal ZON’ – situada no Parque Eduardo VII – e convida os portugueses a visitarem a Tenda ZON, nos dias 6 e 7 de Dezembro, entre as 15h00 e as 20h00, e a “entrarem” no universo de algumas das suas séries favoritas: ‘Anatomia de Grey’, ‘Donas de Casa Desesperadas’, ‘Eli Stone’, ‘Lipstick Jungle’ e ‘Swingtown’.

‘Venha ser a estrela da sua série favorita’ é o mote desta acção.


Os visitantes da Tenda ZON vão poder passear e interagir com os cenários e os seus conteúdos, bem como “vestir a pele” das personagens principais destas cinco séries, dando largas à imaginação, surpreendendo-se e redescobrindo-se a cada passo.

Em cena vão também entrar episódios das séries FOX Life e promos alusivas ao canal.
A Ford associou-se a esta acção tendo em vista um "casamento perfeito" entre o universo das séries FOX Life – em especial o de ‘Lipstick Jungle’ – e as potenciais consumidoras do novo Ford KA, pretendendo interagir com as mesmas num ambiente trendy, fashion, urbano e disruptivo.

Cenário ‘Anatomia de Grey’
Apropriando-se do espaço “fetiche e confidente” da série ‘Anatomia de Grey’o elevador do Hospital Seattle Grace –, este cenário convida as mulheres a vestirem a bata de uma verdadeira médica e a entrarem, posicionando-se entre as duas personagens masculinas que mais furor criam entre o público feminino: o Dr. Shepherd (McDreammy) e o Dr. Sloan (McSteamy).

Cenário ‘Donas de Casa Desesparadas’
Aqui, a FOX Life convida o público feminino a vestir-se, pentear-se e maquilhar-se, assumindo o papel de uma sedutora ‘Dona(s) de Casa Desesperada(s)’, juntando-se assim às fogosas protagonistas da série para uma sessão fotográfica bem ao estilo de Hollywood.
Na foto-memória, proporcionada pelas máquinas fotográficas da FOX Life, a sedutora em causa vai aparecer entre Gabrielle Solis e Lynette Scavo.

Cenário ‘Eli Stone’
‘Eli Stone’
, o protagonista da série com o mesmo nome, estará em grande plano sob um céu azul com nuvens a “convidar” o público, maioritariamente masculino, a cantar em karaoke uma música de George Michael, de entre as que dão nome aos episódios da série.

Cenário ‘Lipstick Jungle’
A área dedicada à série ‘Lipstick Jungle’ vai fazer-nos mergulhar no cenário citadino de Nova Iorque, onde a história se desenrola.
A FOX Life convida as mulheres a aperaltarem-se com cabelos, maquilhagem e adereços sofisticados – saltos altos, echarpes, casacos de pele, etc –, tomando o lugar junto da Wendy, da Nico e da Victory, em pose de charme e glamour.

Cenário ‘Swingtown’
Este cenário transporta-nos para os anos 70, década em que decorre ‘Swingtown’, e leva-nos a conhecer duas das personagens principais da série – os Decker´s –, numa postura reveladora de um relacionamento aberto, que permite que um outro casal do “público” se junte a ele para tirar uma “foto de época”.
Para dar um toque de realidade os protagonistas podem vestir-se a rigor.

Alteração do espectáculo Video Games Live


A Mandrake informa que a sessão do espectáculo Video Games Live marcada para o próximo dia 7 de Dezembro foi cancelada por motivos de força maior.

Mantém-se a estreia absoluta em Portugal no dia 6 de Dezembro no Campo Pequeno e todas as actividades previstas não sofrem qualquer alteração.

Nos dias 5, 6 e 7 de Dezembro em redor do Campo Pequeno, o público pode encontrar durante todo o dia dezenas de consolas (Playstation) e computadores, demonstrações de parkour, caracterizadores de personagens de um jogo de zombies, uma área de consolas e jogos retro e, para animar o espaço, vão estar algumas personagens dos jogos mais famosos da actualidade.

Informamos também que a venda de bilhetes para o dia 6 de Dezembro decorre normalmente até à hora do espectáculo, ou seja, até às 21 Horas.

Apenas en três dias Tony Carreira é o primeiro em vendas


TONY CARREIRA Nº 1

de vendas em apenas três dias


Tony Carreira é o novo líder absoluto do Top de Vendas Nacional, com apenas três dias de vendas.

Três dias passados do lançamento de “O Homem que Sou”, a 28 de Novembro, Tony Carreira surge no primeiro lugar do Top Nacional da Associação Fonográfica Portuguesa.

Este é o 14º disco de estúdio de Tony Carreira, e promete ser mais um fenómeno nacional. Dupla platina à saída, nº1 do Top Nacional, este novo disco reúne reúne 14 temas, sendo o single de lançamento intitulado “Porque é que vens? Destaque, ainda, para o dueto com o italiano Totó Cutugno e para a música que fecha o disco e que é mais um sentido agradecimento às fãs que dele fizeram “O Homem que Sou!”

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

Green Festival começa amanhã no Centro de Congressos do Estoril



GREEN Festival
Centro de Congressos do Estoril
O primeiro dia do GREEN Festival, primeiro festival sobre sustentabilidade realizado em Portugal, tem como um dos pontos altos a Conferência “Sustentabilidade, a chave do novo paradigma”, com a participação de Joschka Fischer.
Paralelamente decorrem vários Workshops e Áreas de Exposição dedicados à Sustentabilidade.

4 Dez, 5ª feira - EMPRESAS 5 Dez, 6ª feira - EMPRESAS
9h00 - 19h00
Exterior
Resíduos em Movimento - uma viagem virtual, Águas de Portugal
Jardim Cascais Natura / SKIP
Tenda ERP
Treehouse da Jular decorada pela Fusion
Energy Bus da EDP

9h00 - 19h00
Zona de exposição
Abertura pela banda da Carris
Green Trends
Green Business
Green Taste by Magnolia Caffé
Green TMN VIP Lounge
Zona de test drive Ahead, motas e bicicletas eléctricas

9h00 - 13h00
Conferência no Grande Auditório
Sustentabilidade, a Chave do Novo Paradigma
Orador: Joschka Fischer
Convidados: Alberto da Ponte, C. Cervejas;
Miguel Athayde Marques, Euronext Lisbon;
Vasco de Mello, BCSD; Zeinal Bava, PT

9h30 - 18h00
Workshops para profissionais

9h30 - 18h00
Workshops para profissionais
Turismo e Sustentabilidade
Responsabilidade Social como Pilar da Sustentabilidade
Gestão de Energia
Novas Tendências - Marketing, Marcas e Sustentabilidade
Estratégia e Sistemas de Informação e Gestão
Mobilidade Sustentável
Construção Sustentável
Comunicação e Envolvimento com Stakeholders
Biodiversidade e Gestão de Recursos Naturais
Design, Packaging e Distribuição - Boas Práticas
Novas Tecnologias e Ambiente
Valorização de Resíduos

13h00 - 16h00
Escolas do 1º ciclo do concelho , 500 crianças

13h00 - 16h00
Escolas do 1º ciclo do concelho , 500 crianças
Musical Planeta da Energia
Musical Planeta da Energia
Cascais Energia, jogos
Cascais Energia, jogos
Cascais Atlântico, jogos e experiências sobre o Mar
Cascais Atlântico, jogos e experiências sobre o Mar
Cascais Natura - Vamos plantar uma bolota
Cascais Natura - Vamos plantar uma bolota
EMAC - Atelier de reciclagem, pintura e desenho
EMAC - Atelier de reciclagem, pintura e desenho
Mascotes ERP, workshops de reciclagem
Mascotes ERP, workshops de reciclagem
Espaço de pintura SAPO Família
Espaço de pintura SAPO Família
Jogos Worten
Jogos Worten
Armazéns do Chiado e o livro do Gui
Armazéns do Chiado e o livro do Gui

4 a 8 de Dezembro 2008
Negócios Sustentáveis
Eco Tendências
Experiências de Bem-estar
Actividades para Crianças
Alimentação Saudável
Natal Ecológico

10h00 - 23h00
Resíduos em Movimento - uma viagem virtual, Águas de Portugal
Jardim Cascais Natura / SKIP
Tenda ERP
Treehouse da Jular decorada pela Fusion
Energy Bus da EDP

10h00 - 23h00
Zona de exposição
Green Trends
Green Business
Green Taste by Magnolia Caffé
Green TMN VIP Lounge
Zona de test drive Ahead, motas e bicicletas eléctricas
Eco Natal, zona de compras ecológicas
Sala ERP / Águas de Portugal

10h00 - 13h00
Workshops de Reciclagem ERP

15h00 - 16h00
Teatro "Viva a Água", Águas de Portugal
Sala C. Municipal de Cascais

10h00 - 13h00 15h00 - 19h00
Cascais Energia - Roda da Energia, Energia à solta, Descobre e junta, Eu Poupo Energia porque…. (jogos)
Cascais Atlântico - Mar de Letras, Mar de Sorte, Animais aos Pares, Mar de Sentidos (jogos e experiências)
Cascais Natura - Vamos plantar uma bolota (plantação em vasos)
EMAC - Atelier de reciclagem, Pinturas e desenhos, Jogos de separação de resíduos
Sala Wellness Center Gingko

6 Dez, sábado
7 Dez, domingo
8 Dez, segunda-feira
11h00 - 13h00
Massagem Infantil Shantala, Marília
11h00 - 12h00
Respiração e Postura, C. Sanchéz
11h00 - 13h00
Yoga do Riso, Clara Fernandes
13h00 - 14h00
Yoga, Elsa Santos
12h00 - 12h30
Stretching, Cecília Sanchéz
16h00 - 17h00
Waff e Rope Skipping by Sport Brazil
15h00 - 16h00
Pilates, Cecília Sanchéz
14h00 - 16h00
Terapia Quântica, Paula Barbosa
17h00 - 18h00
Conversas de Nutrição, Isabel Costa
16h30 - 17h30
Stretching, Cecília Sanchéz
16h00 - 18h00
Yoga do Riso, Clara Fernandes
17h30 - 18h30
Chi Pilates, C. Sanchéz e Linda Lovis
18h00 - 19h00
Conversas de Nutrição, Isabel Costa
18h30 - 19h30
Chi Ball, Linda Lovis
19h00 - 21h00
Waff e Rope Skipping by Sport Brazil
19h00 - 21h00
Waff e Rope Skipping by Sport Brazil
7 de Dez, 21h00, Concerto Natacha Atlas, no Auditório

Piero Bellugi e José Atalaya fazem o balanço do Festival Raizes Ibéricas


OS MAESTROS PIERO BELLUGI E JOSÉ ATALAYA FALAM SOBRE
O FESTIVAL RAÍZES IBÉRICAS



O Maestro Piero Bellugi veio expressamente a Portugal para encerrar a temporada de concertos de 2008 da Orquestra Atalaya – Raízes Ibéricas em Cascais no sábado, dia 6, de Dezembro, às 18.30 no Centro Cultural de Cascais e no dia seguinte, domingo, 7, às 16 horas em Carnaxide, concelho de Oeiras no Auditório Ruy de Carvalho.
Trata-se da grande personalidade que desempenha as funções de principal Maestro Convidado da Orquestra - tendo-a inaugurado, há sete anos, com um memorável concerto, na Fundação Eng.º António de Almeida no Porto.
De recordar ainda, e a propósito, que Bellugi, discípulo de Bernstein, Igor Markevitch e Dallapiccola foi o sucessor de Pedro de Freitas Branco na Sinfónica Nacional da EN, hoje RDP, depois de ter sido director titular de quatro orquestras de prestígio mundial – a Orquestra da RAI de Turim, a Orquestra Toscanini (ambas em Itália) a as conceituadas Sinfónicas de Portland (Oregon) e Oakland (California) e actuado em teatros como o Scala de Milão, Ópera de Roma, Ópera de Viena, Bruxelas, S. Francisco, Chicago e dezenas de outros similares.
Vem a Portugal tomar parte na evocação do 20º aniversário da morte de Joly Braga Santos de quem era amigo pessoal, dirigindo em público, para as autarquias de Cascais e Oeiras, o seu Concerto para Cordas - que proximamente vai gravar em DVD para editora Numérica que continua a gravar todos os anos obras universais, (incluindo sempre partituras de autores portugueses) com a referida Orquestra sediada no Porto,na ESMAE ,e que integra exclusivamente mestres universitários e seus melhores discípulos.
Sob sua direcção vão actuar ainda o violinista Vasco Barbosa – que foi concertino da orquestras Nacional, da ex-EN, da Nacional de São Carlos e da Sinfónica Portuguesa – e o grande violoncelista americano Jed Barahal que se fixou no Porto como professor da Escola Superior de Música e das Artes do Espectáculo (ESMAE) após de ter chefiado brilhantemente o naipe de violoncelos da Régie Sinfonia do Porto, hoje o da ORI.
Vão interpretar ambos, em programas distintos, o concerto nº 2 de Bach e o concerto número 3 de Luigi Boccherini, obra que, conjuntamente com o anterior (o número 2), integrou, em Portugal, a evocação - em 2005, pela Numérica e a produtora Raízes Ibéricas - do bicentenário da morte de grande compositor italiano.
Piero Bellugi – que se tem interessado ao longo da carreira pelas primeiras audições de obras de Berio, Bussotti, Messiaen, Milhaud, Nono, Penderecki e Turina, vem revelar no nosso país uma das mais notáveis composições de Ricardo Luciani (partitura que estreou em 1991).
Trata-se de - Le Tombeau Perdu - inspirada em temas de Mozart do qual executará também a Serenata raras vezes ouvida, para cordas e timbales, esta com a presença de Elizabeth Davis.
Está prevista ainda a sua presença no projecto da Câmara Municipal de Oeiras no sentido de incluir, a partir de 2009, a audição integral, sob sua regência, das nove sinfonias de Beethoven, com um novo agrupamento expressamente fundado para o efeito, a SINFÓNICA BEETHOVEN-OEIRAS, orquestra que se propõe difundir a obra deste compositor.

Vai abrir o ciclo ERA DO ROMANTISMO, dedicado a Mendelssohn, Chopin, Schumann, Liszt, Verdi e Wagner, cujos bicentenários ocorrem sucessivamente a partir do próximo ano. Oportunidade considerada excelente (e incontornável) para a consagração de um grande intérprete nacional, o pianista Jorge Moyano, que assegurará nesses cinco anos (2009 a 2013) 46 obras fundamentais de compositores daquela época, seus precursores e ainda imediatos reflexos no início do século XX , com Debussy e Ravel em França.
Assim como a oportunidade para acentuar a importância histórica da fixação no nosso país de excelentes pedagogos e solistas estrangeiros de carreira mundial, os quais, em conjunto com os nossos notáveis intérpretes portugueses, necessariamente em quantidade sempre insuficiente, têm permitido, na última década, elevar ao máximo e manter (em todo o país) um desenvolvimento a nível escolar (e superior) jamais atingido entre nós.
Significativos serão - sob o duplo aspecto – os próximos primeiros concertos em palcos do nosso país, e na próxima temporada, com Jorge Moyano (da Escola Superior de Música de Lisboa) , Jed Barahal e Cristina Margotto, da ESMAE do Porto, e outras, na interpretação de obras-primas (e revolucionárias) devidas, sucessivamente, a Haydn, Mozart, Beethoven, Schubert e Mendelssohn, antecipando-se ao impacto universal no século XIX gerado de imediato nos patamares superiores da Música pelos restantes cinco autores, além de Mendelssohn, os acima assinalados Chopin, Schumann, Liszt, Verdi e Wagner, nascidos de 1809 a 1813 e iniciadores, sem dúvida, da admirável Era do Romantismo.

Oresteia: Fragmentos de Agamémnon e Coéforas

Oresteia: Fragmentos de Agamémnon e Coéforas
[Estreia absoluta]
4, 5 e 6 de Dezembro às 21h30
Teatro Académico de Gil Vicente
Coimbra
Sinopse
Assassínio de crianças, sofrimento de um pai, sacrifício de uma filha, dez anos em guerra com Tróia, Morte, e o regresso de um rei, destinado à vingança de uma mulher e de um amante. As Erínias instalam-se. Entre desígnios de Deuses e vontades de poder desenha-se o percurso trágico da casa dos Atridas: “uma casa que odeia os deuses, testemunha de assassínios entre parentes”, um palácio que caiu em desgraça pela traição! Para vencer uma guerra, para exercer o poder, não há nada que possa intervir no traçar de um caminho como este. A visão de uns e de outros. De que lado está a razão afinal? Esta é a história de hoje e de sempre.

Ficha Artística

Autor: Ésquilo Tradutor: Manuel de Oliveira Pulquério Encenação, Dramaturgia e Sonoplastia: Rogério de Carvalho Montagem de som: Frederico Moreno Operação de som: Mário Henriques Desenho de luz: Jorge Ribeiro Montagem de luz: Alexandre Mestre Operação de luz: Celestino Gomes Cenografia e Figurinos: Carolina Santos Execução de Cenário: Laurindo Fonseca Execução de Figurinos: Isabel Pereira Cabeleireiro: Ilídio Design Design Gráfico: João Moreira Fotografia: Pedro Malacas Elenco: Ana Beirão, Carolina Prelhaz, Carolina Santos, Célia Antunes, Inês Alves, Íris Ferrer, Manuela Rocha, Margarida Rosa, Maria Inês Pinela, Mariana Ferreira, Marlise Gaspar, Nádia Almeida, Nelson Rodrigues, Nuno Geraldo, Rafaela Rodrigues, Yvonne Costa. Produção executiva: Ana Moura, Carolina Crespo, João Moreira, Lina Nóbrega, Rita Pestana Produção: TEUC 70 anos Apoios: Fundação Calouste Gulbenkian. Câmara Municipal de Coimbra, Reitoria da Universidade de Coimbra, Delegação Regional de Cultura do Centro, Máfia – Federação Cultural, RUC, Ilídio Design Cabeleireiros, Sonae Indústria, DELTA cafés, A Cabra, TAGV Agradecimentos: CITAC

Duração 2h30 c/intervalo Espectáculo para M/12

Preçário Preço normal 7,00€ Preço estudante 4,00€ Preço Protocolo de Teatro TAGV 3,50€

Informações
Teatro Académico de Gil Vicente

E-mail:
teatro@tagv.uc.pt; Url: www.uc.pt/tagv; Blog: http://blogtagv.blogspot.com/
Bilheteira: 17h00-22h00 _ segunda a sábado _ telefone: 239 855 636

As Armas do Crime hoje na RTP


“EM REPORTAGEM”, Hoje, ÀS 21H00
AS ARMAS DO CRIME




“As Armas do Crime” é o trabalho de “Em Reportagem”, a ir para o ar, hoje , dia 3 de Dezembro, quarta-feira, logo após o Telejornal, na RTP1.


A RTP conseguiu entrar no mundo do tráfico de armas em Portugal.

Neste trabalho serão reveladas imagens que mostram essa realidade: quem compra; quem vende; que armas se negoceiam neste mercado, quanto custam e em que circunstâncias são utilizadas.


Uma investigação da jornalista Mafalda Gameiro, com imagem de Pedro Mateus e edição de imagem de Guilherme Brízido.

" Crepúsculo" estreia amanhã nas salas de cinema do país



O CREPÚSCULO


Baseado no actual número um das séries mais vendidas do New York Times (30 semanas e continua!) com mais de 5.5 milhões de livros de Stephenie Meyers em impressão, CREPÚSCULO é um fenómeno cultural, com grupos de fãs dedicados que aguardam ansiosamente este filme.

Este livro foi já traduzido em 20 línguas. A realizadora, aclamada pela crítica, Catherine Hardwicke dá vida a esta moderna, rica e visceral história de Romeu e Julieta, do derradeiro romance proibido – entre um vampiro e uma mortal.


Sinopse:

Isabela Swan vai morar com seu pai em uma nova cidade, depois que sua mãe decide casar-se novamente. No colégio, ela fica fascinada por Edward Cullen, um garoto que esconde um segredo obscuro, conhecido apenas por sua família.
Apaixonam-se, mas Edward sabe que quanto mais avançam no relacionamento, mais ele está colocando Bella e aqueles à sua volta em perigo.
Quando ela descobre que Edward é, na verdade, um vampiro, ela age contra todas as expectativas e não tem medo da sede de sangue de seu grande amor, mesmo sabendo que ele pode matá-la a qualquer momento.

Elenco: Nikki Reed, Kristen Stewart, Peter Facinelli, Elizabeth Reaser e Robert Pattinson.

Direcção: Catherine Hardwicke
Estreia: 04 de Dezembro de 2008

Portugalex estreia hoje no S.Luis


ESTREIA HOJE
PORTUGALEX
O BALANÇO DO ANO



Portugalex, o balanço do ano, no Jardim de Inverno do São Luiz, é a versão editada, revista e aumentada do programa de rádio que, adaptado ao palco, destacará os grandes temas da actualidade do último ano.

Em cerca de 50 minutos, Manuel Marques e António Machado levam a palco os protagonistas da actualidade e, além das figuras públicas, as personagens anónimas recorrentes – o funcionário público, o jornalista impedido, o treinador de bancada, o resistente anti-fascista, etc. –, todos os que fazem de Portugalex o retrato de Portugal e dos Portugueses.
Na rádio, Portugalex é o Portugal da ‘era Simplex’, o país simplificado em três minutos. O magazine humorístico, que passa diariamente na Antena 1 e na Antena 3, combina o olhar atento sobre actualidade do país com várias rubricas: Já Bateu (boletim de trânsito), Gosto Muito do Seu Programa (fórum de opinião pública) e Escuta em Dia (escutas telefónicas), entre outros.
Manuel Marques e António Machado dão diariamente voz às personagens de Portugalex na rádio e darão corpo ao espectáculo ao vivo no São Luiz, sempre a partir dos textos de Patrícia Castanheira, Susana Romana e Fábio Benídio (Produções Fictícias).


Interpretação António Machado e Manuel Marques
Encenação António Pires
Autoria Patrícia Castanheira, Susana Romana e Fábio Benídio
Co-produção SLTM/Produções Fictícias
Portugalex é um programa da Antena 1 e Antena 3

3 A 20 DEZ QUARTA A SÁBADO ÀS 22H

Novo album de P!nk já nas lojas

P!NK
Novo álbum ‘FUNHOUSE’, já nas lojas!

"Funhouse" é o nome do mais recente álbum da norte-americana P!nk.


Ao 5.º disco de originais, P!nk apresenta-nos uma mistura de canções de amor melancólicas e profundas, bem como faixas rock, ritmadas, contagiantes e sempre espirituosas, como é o exemplo do single de apresentação "So What”.

Desde o início da sua carreira em 2000 que P!nk (de seu verdadeiro nome Alecia Moore) tem sido muito aclamada pelo seu talento como cantora e compositora.
Esta nativa da Pensilvânia apresentava uma atitude arriscada e música que não se podia catalogar num só estilo musical, pelo que tal fê-la alcançar o estrelato a nível mundial. Até à data, esta cantora já vendeu 22 milhões de álbuns no mundo inteiro.
Entre os seus primeiros álbuns incluem-se: o seu álbum de estreia que vendeu mais de 4 milhões de exemplares, “Can’t Take me Home” (2000); o segundo álbum “M!ssundaztood” (2001) que vendeu 11 milhões de exemplares no mundo inteiro e o terceiro álbum “Try This” (2003), que vendeu 2,7 milhões de discos no mundo inteiro. ~

O seu último álbum, "I’m Not Dead” (2006) vendeu mais de 5 milhões de exemplares em todo o mundo e deu origem a dois êxitos que atingiram o topo das tabelas, “Who Knew” e “U + Ur Hand”, para além dos temas preferidos pela crítica e pelos fãs, “Stupid Girls” e “Dear Mr. President”.